Celebridades Nego do Borel

Nego do Borel é procurado por oficiais de Justiça após processo de ex-dançarino e será intimado em show

Nego do Borel cantor (Reprodução/Instagram)
Nego do Borel (Reprodução/Instagram)

Oficiais de Justiça estão tendo dificuldades para localizar o cantor Nego do Borel a fim de intimá-lo referente a um processo movido por seu ex-dançarino

O funkeiro carioca Nego do Borel teve seu nome envolvido em uma polêmica com a Justiça referente a um processo movido por um ex-dançarino e os oficiais estariam com dificuldades para encontrar o cantor e ele pode, inclusive, ser intimado durante show.

As informações são da coluna da jornalista Fábia Oliveira, do site O Dia, que diz que Nego do Borel não vem sendo encontrado em seu endereço, num condomínio luxuoso no Recreio dos Bandeirantes e, por isso mesmo, os oficiais de Justiça vêm tentando encontrar ma maneira mais radical para localizar o artista.

+Felipe Neto fala sobre saída do irmão Luccas Netto do YouTube

+Grazi e Caio Castro se pegam, amigos fazem confissão e dão a realidade 

“Como o endereço da NB Produções (empresa de Nego do Borel que está sendo processada) é no Morro do Borel, quando precisamos citar a empresa no processo através da intimação, a gente não consegue. O oficial de Justiça não entra na comunidade por conta do tráfico e da violência. Como a gente não consegue citar dessa forma, achamos a solução de citar a empresa na pessoa do sócio (Nego do Borel). Descobrimos o endereço dele no Recreio, mas quando o oficial de Justiça bateu lá na portaria, disseram que não tinha nenhum morador com esse nome lá. Ou seja, ele (Nego) orientou os funcionários para não ser intimado. Mas agora fomos pesquisar e achamos uma data de um próximo show dele aqui no Rio, e o oficial vai intimá-lo por lá”, informou o advogado Marcelo Camello, segundo Fábia Oliveira.

Ainda segundo a colunista, o processo em questão no qual Nego do Borel é procurado pelos oficiais para que possa ser intimado diz respeito a uma ação movida por um ex-dançarino do cantor, identificado como Bruno Serafim, que cobra direitos trabalhistas depois de passar três anos como contratado do cantor carioca.

Bruno Serafim teria sido mandado embora e resolveu recorrer à Justiça para requerer alguns direitos assegurados pela lei. A primeira audiência do processo envolvendo Nego do Borel está prevista para acontecer no dia 03 de outubro, mas, para tanto, o funkeiro precisa antes ser oficialmente notificado e, para isso, na impossibilidade de localizá-lo em um endereço fixo, o artista poderá ser intimado em um show.

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Redação TV Foco