James Akel

O maior produtor de TV infantil foi da Record

Rede Record (Foto: Divulgação)
“o maior e único show infantil que a TV brasileira teve: “A Grande Gincana Kibon”.”

Vamos falar de programa infantil de verdade, não de programa que exibe desenho animado apenas. Vamos falar do maior e único show infantil que a TV brasileira teve: “A Grande Gincana Kibon”. A gincana era patrocinada pela Kibon.

Essa gincana foi o maior show infantil da TV no qual não havia a exibição de desenho animado. Era feito em horário nobre do domingo e mostrava um verdadeiro show de talentos infantis. Era sucesso de audiência e obteve êxito financeiro.

A gincana Kibon era produzida e dirigida por uma única pessoa: Durval de Souza. Este produzia e dirigia sozinho tudo aquilo. Eu digo sozinho de verdade e conto para vocês o que acontecia. Durval tinha uma sala na antiga Record a qual ficava ao lado de uma escada de um corredor que dava no palco do programa. Vocês podem não acreditar, mas esta sala de Durval media 3m x 3m. Tinha uma mesa encostada na parede, que era a mesa dele e, ao lado, um pequeno armário. Além da cadeira de Souza, havia outra mais simples e de madeira para quem fosse conversar. Não tinha secretária nem equipe de produção, tinha somente, em dias de shows, um ajudante de palco que lia o roteiro que Durval escrevia, e que ficava atrás do palco dizendo a hora de cada pessoa entrar. Nada além disso.

Durval de Souza (Capa)1
“Durval de Souza era um gênio”

 Quando, nos domingos no horário do show, os diretores da agência de propaganda, e até diretores da Kibon, apareciam para ver o programa, eram recebidos com toda simplicidade na pequena sala de Durval e ficavam espantados ao ver que tudo aquilo era produzido por uma única pessoa em um lugar pequeno e sem luxo. Durval de Souza era um gênio e de talento inigualável quando o assunto era criar programas infantis. Jamais, entretanto, portou-se como tal. Sua porta estava sempre aberta e nem poderia ser diferente, visto que não tinha janela. O piso era de cacos de cerâmica igual ao corredor que levava ao palco. A parede tinha umidade porque era um subsolo de verdade. Os diretores da Kibon eram ali recebidos e ficavam contentes.

Tive o privilégio de ter a amizade pessoal de Durval e vi tudo aquilo acontecer. Quem tem talento sabe fazer televisão aberta para a dona de casa. Quem não tem, fica criando equipe de produção de dezenas de pessoas e no final o programa sai uma porcaria. Infelizmente, assim é a TV de hoje.

Texto: James Akel

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA