Destaque

O que falta na TV?

Por Wagner Mendes

Recentemente li a uma entrevista em que o apresentador do programa “O melhor do Brasil”, Rodrigo Faro, da TV Record, havia dito que não esperava tanto sucesso e audiência no programa; Outro dia deparei-me com insistidas especulações acerca dos possíveis participantes de “A Fazenda 3”; É incrível, mas ainda vejo a grotesca Márcia Goldsmith no ar e o Datena “berrando” nas nossas TVs sem objetivo algum; O Ratinho ainda acredita que as suas “palhaçadas” servem de entretenimento aos telespectadores; O Gugu depois de “velho” aprendeu a copiar.

Isso é a nossa TV aberta, é a ela que dedicamos grande parte do nosso tempo. Parece que a modernidade do nosso milênio nada acrescentou em conteúdo aos acessos que poderiam ser entreteníveis. Do que adianta uma emissora, que se diz ser a que mais cresce no Brasil, ter programação 100% HD se o conteúdo não honra a qualidade digital? Do que adianta ser a vice-líder em território nacional se a maioria das atrações da casa é espelhada na concorrente? Do que adianta ter tradição se o que falta é ousadia?

Atualmente confundem entretenimento com ridicularidades, as nossas “atuais” telenovelas são remakes, os telejornais “batem boca” sem nenhum pudor.

Mais do que uma crítica, faço aqui um pedido de socorro. Como apaixonado por TV que sou quero assistir ao renascer dessa situação deprimente, quero poder apreciar a uma programação pela qualidade de conteúdo e por aspectos motivacionais. Ao que parece  o que ainda nos salva é o que restou de décadas atrás, e hoje ainda denigrem a imagem da TV de outrora com cópias baratas. Espero que um dia possamos presenciar uma reviravolta no modo de fazer televisão.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Redação TV Foco