arrasou muito

Queridinha dos shoppings, gigante alimentício e +: 3 empresas revertem falência e ressurgem das cinzas no país


Shopping / Trabalhadores em festa - Montagem TVFOCO

Confira tudo sobre as empresas que ressurgiram após reverter processo de falência no Brasil

Nos últimos tempos fomos pegos de surpresa com simplesmente grandes empresas do Brasil em situação de crises, onde muitas delas acabaram precisando declarar até mesmo falência, pegando assim, muita gente de surpresa.

Contudo, a notícia hoje é simplesmente sobre as empresas que conseguiram reverter as situações delicadas que enfrentaram e acabaram ressurgindo das cinzas. Assim, com direito a nada mais, nada menos que queridinha dos shoppings, gigante alimentícia e mais, vocês ficarão sabendo de todos os detalhes sobre as empresas, nesta terça-feira (2).

Vamos então iniciar falando sobre a famosa Livraria Cultura. Ainda no ano de 2023, a Livraria Cultura conseguiu uma liminar no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para reverter a decisão de falência e deve reabrir sua loja no Conjunto Nacional, em São Paulo.

A decisão foi proferida pelo ministro Raul Araújo. Dessa forma, o sistema do STJ também informou, na época, que a decisão foi despachada para o Tribunal de Justiça de São Paulo, que havia decretado a falência da queridinha dos Shoppings.

Em nota, o STJ informou que o relator levou em conta o princípio da preservação de empresa, que tem “inegável e relevante função social e cultural, cuja quebra causa enorme prejuízo tanto à comunidade de credores como à coletividade em geral”.

Veja também

Seguindo com as nossas informações, de acordo com o portal CBN Campinas, em nota divulgada em novembro de 2023, o Superior Tribunal de Justiça suspendeu o processo de falência da Agropecuária Tuiuti, que arrendou a marca Shefa, que tem fábrica em Amparo, e determinou a continuidade do plano de recuperação judicial.

O que aconteceu com a marca Shefa?

Para quem não sabe, o fechamento havia sido determinado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo em julho. Sendo assim, a decisão do STJ foi dada pelo Ministro Raul Araújo, que considerou que o decreto de falência foi ilegal, pois se baseou em “pretensos indícios de crimes falimentares”, e que não tinha levado em consideração o plano de recuperação judicial.

E por fim, mas não menos importante, segundo o portal Revista Oeste, em nota divulgada em agosto de 2023, o ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), reverteu a falência das empresas do Grupo Coesa, a antiga empreiteira OAS, envolvida nos esquemas de corrupção investigados pela Operação Lava Jato.

Dessa forma, salientamos ainda que o ministro suspendeu os efeitos da decisão da Câmara Reservada de Direito Empresarial do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), que tinha convertido em falência a recuperação judicial das companhias do Grupo Coesa.

🚨 Chris Flores DEMITIDA + Davi fala sobre notícia de separação + Nova culpada pelo fim de Belo e Gracyanne   

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Eu sou Bianca Rayla, Administradora por formação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN e Redatora Web por amor e vocação. Apaixonada por cobrir o mundo das celebridades desde 2018, já passei por diversos sites do mundo do entretenimento. Apaixonada por música sertaneja e uma boa fofoca, faço matérias diariamente sobre os mais diversos assuntos, com foco nos artistas da Globo , os quais tenho grande admiração.Meu e-mail é: [email protected] Minhas redes sociais são: