Colunas Ligado na TV Opinião

OPINIÃO | Onde Nascem os Fortes sofre com decisão equivocada da Globo

Fábio Assunção (Ramiro) e Alexandre Nero (Pedro) em Onde Nascem os Fortes (Foto: Globo/Estevam Avellar)
Fábio Assunção (Ramiro) e Alexandre Nero (Pedro) em Onde Nascem os Fortes (Foto: Globo/Estevam Avellar)

A coluna volta a bater na mesma tecla, mesmo que soe redundante. Onde Nascem os Fortes chegará ao fim nos próximos dias e uma decisão equivocada da Globo merece ser novamente ressaltada: a flutuação do horário de exibição de suas superséries.

A trama de George Moura e Sergio Goldenberg, seguindo as boas produções exibidas no canal, tem um roteiro diferenciado do comum televisivo, com direito a abordagens mais complexas e aprofundadas das personagens e cenas com grau mais elevado de ação e violência, bem como um apelo sexual mais explícito. A narrativa, por não ser óbvia e didática, causa certo incômodo nos telespectadores acostumados com o tradicional.

Todavia, apesar da qualidade inegável, Onde Nascem os Fortes é afetada pela exibição flutuante na grade de programação da Globo. Com isso, torna-se mais difícil a supersérie manter a fidelidade do público, o qual não consegue, muitas vezes, acompanhar a evolução dos núcleos, especialmente em se tratando de um produto aos moldes seriáticos.

A título de contextualização e de acordo com a programação divulgada pela emissora em seu site oficial, esta semana Onde Nascem os Fortes será veiculada após a novela das 21h (Segundo Sol) de segunda à quinta, por volta de 22h30, e após o Globo Repórter na sexta-feira, em torno de 23h10. Porém, durante sua exibição, a trama já chegou a ser exibida várias vezes na segunda linha de shows do canal, nas terças e quintas, ou seja, por volta de 23h30.

Trata-se de um desrespeito por parte da emissora para com equipe e telespectadores. Produtores, autores, diretores e atores são prejudicados por não terem o prestígio de uma audiência maior; e os telespectadores também, justamente por não conseguirem acompanhar a supersérie, dadas as circunstâncias supramencionadas, bem como pelo fato de o acesso na íntegra ao conteúdo digital da emissora ser restrito ao público pagante.

+ Ligado na TV: Confira os 5 momentos mais inusitados da Globo nesta Copa 2018

Nesse contexto, uma boa solução seria a exibição da supersérie sempre após a novela das 21h, com o devido respeito às excepcionalidades irremediáveis. Fica a reflexão.

Twitter: @Ligado_na_TV  @JuniorDanyllo
Contato: danyllo@otvfoco.com.br
As opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do TV Foco

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

PUBLICIDADE

Comentários recentes

CONHEÇA