BOMBA!

Nova idade mínima e maior vitória confirmada por Lula: Pacotão com 4 mudanças em vigor chegam no INSS

25/05/2024 às 16h25

Por: Ionara Santna
Imagem PreCarregada
Lula confirma pacotão com 4 mudanças em vigor no INSS (Foto: Internet)

Mudanças chegam no INSS com 4 presentes aos beneficiários; fique por dentro

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) trouxe recentemente uma série de alterações importantes, alinhadas com a nova administração do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Esse pacote de mudanças, incluindo uma nova idade mínima para aposentadoria e uma redução no tempo médio de concessão de benefícios, sinaliza um compromisso renovado em garantir acessibilidade e eficiência no sistema previdenciário brasileiro.

O que mudou

A idade mínima para aposentadoria por idade foi ajustada para 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, com um requisito de contribuição mínima de 15 anos para ambos os sexos, segundo o portal ‘Previdencialistas’.

Esta medida, embora possa parecer desafiadora para alguns, é essencial para garantir a sustentabilidade do sistema previdenciário diante das mudanças, incluindo o aumento da expectativa de vida e a redução da taxa de natalidade.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Além disso, a segunda mudança especialmente importante é a redução da idade mínima para trabalhadores rurais, permitindo que homens se aposentem cinco anos mais cedo e mulheres sete anos mais cedo.

Veja também

Outra mudança está atrelada a redução do tempo médio de concessão de benefícios, uma verdadeira vitória para o governo de Lula e para os beneficiários do INSS.

Esta redução não só alivia a espera dos segurados, mas também indica uma melhoria na eficiência e na capacidade de resposta do INSS às necessidades dos cidadãos.

De acordo com o portal ‘Folha de S. Paulo’, o Tempo Médio de Concessão (TMC) líquido dos benefícios previdenciários caiu para 46 dias em janeiro, segundo o primeiro balanço do ano do Portal da Transparência Previdenciária de 2024.

Por fim, o último “presente” aos beneficiários do INSS está atrelada a melhora da eficiência do processo de concessão do benefício.

Com a resposta mais rápida, uma redução na fila do INSS já sendo notada, passando de 1,6 milhões para 1,5 milhões.

Os pedidos de concessão são feitos de forma simples, através do site ou aplicativo ‘Meu INSS’. Outra opção é ligar para a central 135 ou nas agências da previdência social, a APS.

Como acelerar a resposta do INSS em análise?

Para obter uma resposta mais rápida do INSS em relação à análise de seu processo, é crucial ficar atento aos prazos estabelecidos pelo órgão.

Cumprir esses prazos é fundamental para evitar atrasos desnecessários e garantir que seu processo seja tratado com eficiência.

Seja para a apresentação de documentos, realização de perícias médicas ou resposta a solicitações adicionais, a pontualidade pode acelerar significativamente o andamento do seu caso.

Portanto, certifique-se de estar sempre atualizado sobre os prazos fornecidos pelo INSS e tome as medidas necessárias para atender a essas exigências dentro do tempo estipulado.

Manter uma comunicação clara e regular com o INSS também pode ser útil para esclarecer dúvidas e garantir que seu processo seja tratado de maneira adequada e oportuna.

🚨 Ex de Nahim em gu3rra com filha do cantor + Faustão e Fernanda Montenegro esnobam a Globo + Fraude de Matteus 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Autor(a):

Me chamo Ionara Santana. Sou estudante de Engenharia da Computação pela Universidade Federal do Ceará - UFC, Body Piercer e encontrei o amor e a vocação pela redação através do TV FOCO, integrando a equipe desde 2018. Gosto de escrever matérias sobre os mais diversos assuntos da televisão e do mundo das celebridades, principalmente quando se trata de Realities e Novelas. Minha meta é trazer notícias rápidas e objetivas. Minhas redes sociais são: Email: Ionara.santana@otvfoco.com.br

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.