Novelas

NovelasPantanal

Pantanal vai abordar racismo de forma mais inteligente que Nos Tempos do Imperador; entenda

A diferença entre Pantanal e Nos Tempos do Imperador na Globo (Foto: Montagem/Thais Teles/Reprodução/Globo)

Na trama do Pantanal o tema racismo será abordado; saiba como 

A novela Pantanal ainda vai mostrar muitas histórias entre elas a família secreta de Tenório (Murilo Benício). Será por meio deles que a trama vai tratar sobre racismo na Globo.  Segundo informações da colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, o ator Gabriel Santana deu sugestões de abordagem para o autor Bruno Luperi que foram aceitas.

Kogut revelou que o núcleo da família tem um grupo no WhatsApp com o autor de Pantanal tudo para que a novela tema a abordagem certa. Ao contrário do que foi o exemplo de Nos Tempos do Imperador.

Na história o fazendeiro Tenório é casado com Maria (Isabel Teixeira) e os dois são pais de Guta (Julia Dalavia) que se mudou para São Paulo para se formar. Nisto, ela acabará conhecendo e se interessando por um rapaz. O seu interesse levará ela a descobrir que o pai do cara era simplesmente o SEU.

Brava com a traição de Tenório, Guta voltará para o Pantanal para se vingar. Enquanto isso, o fazendeiro se divide entre as duas vidas. Na capital paulista, ele mantém um relacionamento com Aline Borges (Zuleica) e terá Gabriel Santana (Renato), Lucas Leto (Marcelo), Cauê Campos (Roberto) como filhos.

Em determinado momento Renato vai se rebelar e provocar o pai para ele seja assumido. Em entrevista para Kogut, Gabriel Santana falou mais sobre:

Veja também

“Em cenas que falam abertamente sobre racismo, às vezes há palavras melhores, de mais significado. É uma questão de ajuste. Falamos uma coisa ou outra para agregar. Quando começamos a fazer as primeiras leituras junto com a preparadora de elenco, percebemos algumas dubiedades. Falamos com o autor e, partir disso, chegou-se a um consenso de criar o grupo”.

Gabriel Santana ficou conhecido por interpretar o Mosca de Chiquititas do SBT (Foto: Reprodução/Instagram/Montagem/Thais Teles)

“Tinha uma cena em que meu personagem conversava com um dos irmãos. E ficava claro que eles têm uma dúvida se o pai não os assume por uma comodidade, porque é a segunda família, ou porque é a família preta. E as palavras sobre racismo estavam muito brandas. Alguém falava: ‘Essa situação foi muito inconveniente’. A palavra acabou sendo trocada por ‘humilhante’, porque diz mais sobre a vivência deles. A gente entendeu a intenção do Bruno com a cena. A intenção é a mesma, mas a mudança ajuda os atores e os telespectadores a compreenderem melhor qual é a sensação”, o ator contou um exemplo do que aconteceu que ainda assistiremos em Pantanal.

“Nunca tinha visto um autor se colocar nesse lugar de escuta tão aberta, sendo tão generoso. Ainda mais para tratar de um assunto tão importante que é a militância preta“, elogia Gabriel Santana.

A família dele só aparecerá a partir do capítulo 70 de Pantanal e aí será um embate atrás do outro quando os filhos querem o mesmo reconhecimento que Guta tem. Algo que o público vai observar após a mudança desta família para o Pantanal é a diferença de dependência de Tenório.

Enquanto Maria e Guta viraram dependente do fazendeiro, Zuleica e os filhos são independentes.

A família de Tenório na novela Pantanal (Foto: Reprodução/Globo)

VÍDEO YOUTUBE: Urgente: WILLIAM Bonner se DEMITE da Globo + Juliette pisada e TRAÍDA + Morte brutal em PANTANAL

Quem escreve

Thais Teles

Apaixonada por desenhos, fã de Jogos Vorazes, admiradora de Frida Kahlo, adora se perder no catálogo da Netflix e se emocionar com Coldplay. Desde menina sempre foi apaixonada por televisão, noveleira assídua desde as tramas alá Maria do Bairro ou intensas como o furacão Carminha. Formada em Publicidade e Propaganda em 2014. Escreve desde que se conhece por gente. Foi no ano de 2017 que integrou oficialmente o time TV Foco e desde então adora fofocar e dar spoilers das novelas. 

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários