Retirada de mercados às pressas: A proibição urgente da ANVISA contra 20 chás populares e idosas 60+ sem chão

20/05/2024 às 11h19

Por: Gabriel Amaral
Imagem PreCarregada
Lista de mais de 20 chás proibidos pela Anvisa (Reprodução: Montagem TV Foco)

A Anvisa teve que proibir a venda de mais de 20 chás queridos das idosas 60+, por conta de irregularidades encontradas

A Anvisa se viu obrigada a proibir mais de 20 chás amados pelos idosos, em fevereiro de 2022. Isso porque apresentaram um problema e por conta disso todos os supermercados tiveram que retirá-los de suas prateleiras de maneira urgente.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Ao longo dos anos é comum que a vigilância sanitária exige que diversos produtos tenham suas vendas proibidas, por inúmeros motivos. Porém, sempre quando atinge uma grande quantidade de produtos, sempre choca a todos, por aumentar a possibilidade de ter um deles em casa.

De acordo com o ‘Portal Correio’, no dia 11 de fevereiro de 2022. a Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa) emitiu um comunicado da Anvisa em que proibiu diversos chás. Todos os produtos eram da empresa Kampo de Ervas Indústria e Comércio Ltda.

Lista de chás que tiveram problemas identificados (Reprodução: Internet)
Lista de chás que tiveram problemas identificados (Reprodução: Internet)

Vale lembrar que a empresa tem mais de 25 anos de história e já vendeu milhões de seus chás, que nunca causaram problemas nos consumidores. Porém, alguns lotes enfrentaram problemas e por isso tiveram a retirada dos mercados após a fiscalização.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Assim, a maioria de seus produtos tiveram a comercialização, distribuição, fabricação, propaganda e uso proibidos pela vigilância sanitária. A medida se materializou através da Resolução n° 396/2022, publicada no Diário Oficial da União.

Veja também

Motivo da proibição e comunicado da empresa

Segundo o ‘Portal Correio’, a medida se deu por conta da comprovação da fabricação e comercialização dos chás contendo espécies vegetais ou partes não autorizadas na categoria de alimentos junto à Anvisa.

Continuação da lista de chás proibidos (Reprodução: Internet)

Diante desse cenário, a Kampo de Ervas Indústria e Comércio Ltda foi à público, através de uma nota, para garantir que estavam realizando todos os processos determinados e ressaltando a preocupação que tem com seus clientes.

“A Kampo de Ervas vem a público comunicar que, a partir desta data, estaremos retirando parte de nosso portfólio da linha de plantas fracionadas. O recolhimento será realizado devido à comprovação da fabricação e comercialização de chás contendo espécies vegetais NÃO autorizadas em alimentos”, destacou.

Por fim, revelou que o risco para os consumidores eram baixos: “À orientação e supervisão de profissionais da saúde especializados na área, o risco decorrente do consumo dos produtos e suas implicações se tornam relativamente baixos para a população”.

Fim da lista de chás proibidos (Reprodução: Internet)
Fim da lista de chás proibidos (Reprodução: Internet)

Quando criaram a Anvisa?

A Anvisa, uma das principais responsáveis pela fiscalização de todos os produtos, surgiu no dia 26 de janeiro de 1999. Desde então, ela emite o alerta dos produtos impróprios para todos os consumidores.

🚨 Didi na Globo + Ana Maria explode em indireta contra Global + Funcionária de Davi DETONA ele e irmã 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Eu sou Gabriel Amaral, jornalista, formado na Universidade Anhembi Morumbi em 2021. Apaixonado por qualquer tipo de esporte, torcedor do São Paulo e adoro me perder assistindo filmes e séries dos mais variados gêneros e fã da música sertaneja. Faço matérias variadas sobre as celebridades e suas mansões. gabriel.amaral@otvfoco.com.br. Minhas redes sociais são:

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.