Band

BandBastidores da TV

Pugilista diz que “acabou com a carreira” de Kajuru após briga ao vivo em 2004

(Foto: Reprodução/Youtube)
(Foto: Reprodução/Youtube)
(Foto: Reprodução/Youtube)

Um dos episódios que ficou marcado na história da TV brasileira, foi uma discussão ao vivo entre Jorge Kajuru e o pugilista Marinho Soares em 2004, que por pouco não terminou em agressão física.

Na época, Kajuru, comandando o “Esporte Total” na Band, recebeu Marinho ao vivo na atração, após o boxeador vencer um combate recente contra Fabio Garrido, que teve um desfecho polêmico. Marinho nocauteou o adversário que teve que ser levado para a UTI e ficou em coma. O vencedor, no entanto, não demonstrou nenhum tipo de compaixão contra o adversário, e ainda o provocou no ringue. Sem papas na língua, Kajuru chegou a afirmar que o boxeador era covarde, e o clima esquentou. Marinho só não partiu para cima do jornalista, porque foi contido pela produção.

Quase onze anos após o episódio, Marinho ainda se gaba do ocorrido, e afirma que “acabou com a carreira” de Kajuru após a briga. “Ninguém me chama de covarde. Se chamar, vai ter que responder pelos seus atos. Ele afinou e acabei com a carreira dele. Quem é o Kajuru hoje?”, declarou o pugilista em entrevista publicada no livro “Em 12 Rounds”.

Após o episódio, Kajuru permaneceu na Band por mais alguns meses, mas acabou demitido após fazer críticas ao até então governador de Minas Gerais Aécio Neves e a Ricardo Teixeira.

Confira o vídeo com a discussão:

Veja também

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=nkLGj8tVgok[/youtube]

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Quem escreve

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários