Agora

Agora

Falência e calote: Rede de eletrodomésticos fecha loja e deixa de pagar funcionários

Rede de eletrodomésticos fechou as portas
Rede de eletrodomésticos fechou as portas (Foto: Reprodução/ Internet)

Rede de eletrodomésticos tentou enganar funcionários

Não precisa ser um grande especialista no assunto para descobrir que a pandemia da Covid-19 causou enormes problemas. Além dos milhões de mortos, o setor da economia foi duramente afetado. Por isso, várias empresas estão fechando as portas. No Brasil, uma rede de eletrodomésticos vem passando por esta situação. 

Aliás, a empresa fechou as portas sem avisar ninguém, pegando clientes e funcionários de surpresa. Além disso, os rumores apontam que a rede de eletrodomésticos deixou de pagar funcionários, e os consumidores querem saber se vão receber os produtos que compraram.

Estamos falando sobre a Eletrosom. Se trata de uma rede de eletrodomésticos mineira que já foi uma das maiores do país. Desde 2015 ela passa por um processo de recuperação judicial. A empresa tinha 184 lojas, cerca de três mil funcionários e mais de R$ 200 milhões em dívidas.

Na quarta-feira, 31 de maio, os funcionários e clientes da unidade de Paracatu se surpreenderam ao encontrar as portas do estabelecimento fechadas. De acordo com eles, não houve nenhum aviso sobre o fechamento e a empresa estava incentivando a permanência dos trabalhadores mesmo diante da crise.

Além da loja de Paracatu, a rede de eletrodomésticos Eletrosom também fechou outras unidades em outras cidades de Minas Gerais. Vazante e Patrocínio foram outras unidades que fecharam as portas. Em todos esses casos, existe uma coisa em comum, os funcionários receberam o aviso na véspera do fechamento.

Veja também

Rede de eletrodomésticos Eletrosom (Foto: Reprodução/ Internet)
Rede de eletrodomésticos Eletrosom (Foto: Reprodução/ Internet)

Quantas empresas pediram falência no Brasil em 2023?

Apenas no primeiro mês de 2023, mais de 70 empresas deram entrada em pedidos de falência, segundo o Serasa Experian. Do total de 72 companhias, 19 são de grande porte, 25 médias e outras 28 são micro e pequenos empreendimentos.

Se comparado o número com os anos anteriores, a diferença é gritante. Em janeiro de 2022, por exemplo, foram 46 pedidos de falência, enquanto em 2021 foram apenas 40 empresas.

Empresas deixarão saudades para sempre (Reprodução: Montagem TV Foco)
Empresas deixarão saudades para sempre (Reprodução: Montagem TV Foco)

🚨 Substitutos de Ana Maria batem boca + Ator diz que foi humilhado pela Globo + Adeus Rodriguinho?

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Quem escreve

Kelly Araújo

Eu sou Kelly Araújo, formada em Biologia pelo IFCE e atualmente estudo Engenharia de Produção Civil na mesma instituição. Escrevo sobre televisão e o universo dos famosos desde o ano de 2014. Sou apaixonada por falar sobre os bastidores da TV, gosto de acompanhar a vida dos famosos nas redes sociais e amo assistir um reality show de confinamento. Minhas redes são: Email: [email protected]