Falência: confira tudo sobre quebra de empresas

Falência: confira tudo sobre quebra de empresas

Dívida de R$ 335 milhões e pedido de socorro: Rival da Honda implora para não ir à falência

Rival da Honda acumula dívida de R$ 335 milhões e implora para não ir à falência (Foto: Internet)

Rival da Honda luta contra desfecho de falência em meio a dívida milionária

Em meio ao universo das gigantes montadoras de motos, a Honda tem sido, sem sombra de dúvidas, uma referência incontestável. Contudo, a situação não é a mesma quando falamos de uma rival da empresa, que luta contra a falência.

A Voltz, startup pernambucana criada em 2017, especializada em scooters e motos elétricas, vem enfrentando uma sequência de desafios ao longo dos últimos anos, chegando a uma situação ainda mais alarmante.

Desde atrasos persistentes nas entregas e produção até disputas com parceiros e complexas negociações com seus investidores, a Voltz acaba de apelar para não ir à falência em meio a uma dívida de R$335 milhões.

Honda Touring NT 1100 na esquerda e Voltz na direita (Reprodução: Montagem TV Foco)
Honda Touring NT 1100 na esquerda e Voltz na direita (Reprodução: Montagem TV Foco)

A situação crítica levou a empresa a buscar uma saída. No dia 9 de novembro do ano passado, a Voltz conseguiu uma proteção contra credores por 30 dias, deferida pelo juiz Julio Cezar Santos da Silva, da 3ª Vara Cível de Recife.

O pedido foi uma medida preventiva para evitar um pedido de falência enquanto a empresa prepara sua solicitação de recuperação judicial e assim, evitar a falência, segundo informações do mundoconectado.

Veja também

O juiz avaliou que os documentos apresentados pela Voltz indicam uma situação financeira deficitária, apesar das alegações da empresa de que será uma dificuldade passageira.

Santos da Silva destacou a quantidade expressiva de ações de protesto e execuções promovidas contra a empresa, evidenciando as dificuldades financeiras.

Moto Voltz 2024 - Reprodução Internet
Moto Voltz 2024 – Reprodução Internet

Com a proteção de 30 dias, todas as execuções e atos de arresto, penhora, sequestro, busca e apreensão, e constrição sobre bens, relacionados a demandas judiciais e extrajudiciais em busca de créditos sujeitos a futura recuperação judicial, foram temporariamente suspensos.

A dívida da Voltz está estimada em R$ 335,2 milhões, e a empresa, com a decisão, conseguiu um alívio para apresentar seu pedido formal de recuperação judicial.

O que acontece quando uma empresa está em recuperação judicial?

Quando uma empresa entra em recuperação judicial, ela busca reorganizar suas finanças e quitar suas dívidas de forma viável.

Durante esse processo, a empresa recebe proteção contra ações de cobrança e execução de dívidas, permitindo-lhe negociar com credores e apresentar um plano de reestruturação.

O objetivo é evitar a falência, preservando empregos e mantendo as operações. Os credores são envolvidos na elaboração do plano e podem aceitá-lo ou propor modificações.

Se o plano for aprovado e implementado com sucesso, a empresa pode se recuperar financeiramente. Caso contrário, a falência pode ser inevitável.

🚨 Casa de Vidro no BBB24? + Fãs de Davi pedem a expulsão de Yasmin Brunet + Jojo recebe convite de Bolsonaro 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Quem escreve

Ionara Santna

Me chamo Ionara Santana. Sou estudante de Engenharia da Computação pela Universidade Federal do Ceará - UFC, Body Piercer e encontrei o amor e a vocação pela redação através do TV FOCO, integrando a equipe desde 2018. Gosto de escrever matérias sobre os mais diversos assuntos da televisão e do mundo das celebridades, principalmente quando se trata de Realities e Novelas. Minha meta é trazer notícias rápidas e objetivas. Minhas redes sociais são: Email: [email protected]