Agora

Agora

Rombo de 800 milhões e calote em clientes e hospitais: Plano de saúde tradicional do RJ morre lentamente

Plano de saúde tradicional do RJ morre lentamente - Montagem TVFOCO
Plano de saúde tradicional do RJ morre lentamente - Montagem TVFOCO

Tente não se impactar ao saber detalhes sobre o plano de saúde que simplesmente morre lentamente

Nos dias de hoje, sem dúvidas, uma das escolhas mais importantes de todos os brasileiros, é contratar um bom plano de saúde, afinal, não sabemos o dia de amanhã.

Com isso, a escolha de um plano de saúde bem-conceituado, sem dúvidas, irá fazer com que você não tem prejuízos futuramente.

Dito isso, com direito a um rombo de 800 milhões e calote em clientes e hospitais, agora vocês saberão detalhes sobre o plano de saúde tradicional do RJ morre lentamente.

Sem mais delongas, estamos falando do Unimed Rio. As informações são do portal O Globo.

O que aconteceu com o Unimed Rio?

Bom, de acordo com as informações divulgadas pela fonte, a quantidade de queixas de consumidores contra a Unimed-Rio — que hoje tem o pior Índice Geral de Reclamações (IGR) entre as empresas de grande porte do setor, 228,6 no ano, contra uma média de 60,4, mostra o agravamento de uma crise que se arrasta há quase uma década.

Veja também

Sendo assim, as informações dão conta ainda de que a empresa registrou prejuízo de R$ 840 milhões no primeiro semestre deste ano. Assim, se levanta um debate sobre se as ferramentas disponíveis no mercado para lidar com operadoras de saúde em dificuldades são eficazes.

Conforme o que foi dito, o número de reclamações de consumidores à ANS até setembro já ultrapassa o total do ano passado: 14.478, contra 10.826. A dificuldade de acesso ao atendimento é a principal.

Vale a pena salientar que, em maio deste ano, a ANS autorizou a transferência de parte da carteira da Unimed-Rio, de pessoas e empresas do estado mas com residência ou CNPJ fora da capital e de Duque de Caxias, à Federação das Unimeds do Estado do Rio (Ferj). Até o momento, 73 mil usuários foram transferidos.

Dessa forma, a empresa morra lentamente pois estão em crise desde 2016 e desde então correm risco de falirem de vez, ainda não aconteceu, mas é uma ameaça.

Por fim, também é importante falar sobre a situação do plano de saúde com os hospitais, afinal,  Guilherme Jaccoud, presidente da Federação dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado do Rio (Feherj), diz que novos acordos individuais estão sendo firmados entre a Unimed-Rio e alguns hospitais, pois o prazo de pagamento já não está sendo cumprido.

Também ficou registrado que o não atendimento do Sistema Unimed aos clientes da cooperativa carioca por falta de pagamento é cada vez mais frequente. A ANS registrou este ano 160 queixas referentes a não atendimento de parceiras, contra 13 em 2022. 

 

🚨 Isabelle agora é ESCORRAÇADA + Rodriguinho CRAVA Davi traído + Susana Vieira DETONA colegas 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Assuntos

Unimed-RIO

Quem escreve

Lana Laysa

Eu sou Lana Laysa, Nutricionista por formação, pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN, servidora pública e Redatora Web. Encontrei na redação uma forma de escrever sobre o que mais amo: o mundo dos famosos e a vida das celebridades. Atualmente escrevo sobre a vida dos artistas por trás dos holofotes da fama e trago informações quentinha sobre o universo da TV brasileira. Meu e-mail é: [email protected]. Minhas redes sociais são: