CHOCANTE

Substância fatal: A Anvisa decretou retirada de 5 marcas de frango, farinha, queijo, tempero e sal de mercados


Logo da Anvisa e produtos retirados dos mercados (Foto: Reprodução / Canva)

Uma notícia chocante divulgada pela Anvisa (Agência Nacional da Vigilância Sanitária), pegou todo mundo de surpresa. Isso porque o órgão fiscalizador decretou a retirada de 5 marcas de frango, farinha, queijo, tempero e sal de mercados.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Já imaginou o desespero das donas de casa? Afinal, o frango é uma das misturas mais escolhidas entre os brasileiros. Aquele tempero, sal, farinha e até queijo que podem estar nas suas prateleiras podem ter sido barrados pela Anvisa.

E é exatamente isso que iremos esclarecer para que você faça uma varredura na despensa da cozinha e identifique se possui algum produto que não deve ser consumido de forma alguma por algum impeditivo, entre eles uma substância fatal.

No dia 04 de janeiro de 2024, de acordo com informações do próprio portal da Vigilância Sanitária de Santa Catarina, foi retirada dos mercados uma famosa marca de farinha.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Trata-se da Panko, ideal para empanar carnes e legumes em geral, a famosa marca acabou sendo proibida pela autarquia após grave constatação.

Veja também

A proibição foi publicada através da Resolução Nº 59, de 4 de janeiro de 2024, na qual o lote da farinha Panko, da marca Alfa Alimentos, de numeração 00125112023, e validade do dia 25/11/2024.

Portanto se você possui em casa a farinha com informações do lote citado acima e o mesmo prazo de validade, você não deve consumir o produto.

Farinha Panko da Alfa acabou tendo lote proibido (Reprodução: Internet)
Farinha Panko da Alfa acabou tendo lote proibido (Foto: Reprodução / Google Shopping)

O QUE DIZ A EMPRESA DA MARCA DE FARINHA?

A medida contra a empresa Alfa Alimentos, que inclusive está no mercado desde 1987, foi motivada considerando o comunicado de recolhimento voluntário recebido da empresa.

Isso porque a produção do lote especificado ocorreu no período em que a fabricação no estabelecimento estava suspensa para reformas estruturais e, assim, os produtos fabricados ficaram sujeitos a contaminação química e física, o que pode acarretar sérios riscos à população de acordo com informações do portal G1.

Vale destacar que esse fato aconteceu apenas com o lote citado, ou seja, os demais lotes do produto, assim como as outras linhas da empresa seguem sendo comercializadas normalmente.

O pedido de recolhimento foi anunciado pela empresa em seu site oficial, esclarecendo o caso isolado. Por ter sido um aviso da própria empresa, a famosa marca de farinha elucida os consumidores do assunto e confirma o seus valores e compromissos com os clientes ao solicitar a própria, o pedido de recolhimento do lote citado.

A marca de farinha arrancadas dos mercados pela Anvisa (Foto: Reprodução/ Internet)
A marca de farinha arrancadas dos mercados pela Anvisa (Foto: Reprodução/ Internet)

FAMOSA MARCA DE FRANGO TAMBÉM FOI BARRADA PELA ANVISA?

Já imaginou comprar aquele frango congelado para fazer um churrasquinho ou simplesmente ser a mistura da semana e descobrir que o mesmo está impróprio para consumo?

Pois bem… É isso que aconteceu com uma famosa marca de frango. O fato é que assim como no caso citado acima da marca de farinha, o mesmo aconteceu nesta situação, onde a própria empresa solicitou o recolhimento voluntário.

A Anvisa suspendeu a comercialização, distribuição e uso do lote (284-2) do produto Fígado de frango congelado, da marca Ave Nova, fabricado pela empresa Granja Brasília Agroindustrial Avícola Ltda.

Essa medida foi provocada pelo comunicado de recolhimento voluntário do produto Fígado de frango congelado feito pela própria empresa.

ANVISA proibiu duas marcas de frango. Foto: Reprodução/Internet
Marca de Frango foi retirada dos mercados (Foto: Reprodução / Canva)

O lote (284-2) fabricado em 06/12/2023, com prazo de validade até 05/12/2024, foi considerado fora dos padrões da Vigilância Sanitária por causa da detecção de Escherichia coli em níveis acima dos permitidos pela legislação.

Essa bactéria habita o intestino de animais endotérmicos, cuja presença pode associar aspectos relativos à qualidade da água e de alimentos.

A Escherichia coli também pode causar doenças, como infecções urinárias, diarreia e a colite hemorrágica e síndrome hemolítico-urêmica, que culminam risco fatal de acordo com informações do portal UOL.

Apesar de ter sido um recolhimento voluntário da própria empresa, destacando o seu compromisso com os consumidores, a mesma ainda pontuou que se tratou de um caso isolado apenas com o lote citado e segue comercializando normalmente os seus produtos.

Fígado de frango congelado, da marca Ave Nova (Foto: Reprodução / Google Shopping)
Fígado de frango congelado, da marca Ave Nova (Foto: Reprodução / Google Shopping)

QUAL MARCA DE QUEIJO FOI RETIRADA DOS MERCADOS?

O Queijo é um dos poucos produtos que agrada ‘gregos e troianos’, sendo unanimidade em vários regiões.

Para e ter uma ideia por exemplo, no estado do Rio de Janeiro, o Queijo é utilizado em todas as pizzas. Você sabia disso? Ele também é um ótimo tira-gosto em barzinhos e festinhas, além de ser consumido com frequência no café da manhã.

Além das inúmeras refeições que pode ser utilizado o Queijo, tem uma coisa que os consumidores jamais imaginam: Alguma marca pode ser prejudicial?

A resposta é sim! E para isso, a Vigilância Sanitária está sempre de prontidão para checar todas essas informações.

Segundo informações do próprio portal da Vigilância Sanitária de Santa Catarina, a Anvisa anunciou medidas rigorosas e legais em relação ao produto Queijo tipo mussarela da marca Minerbom, produzido pela empresa Laticínio Mineiro Limitada.

De acordo com a Resolução-RE Nº 736, do dia 7 de março de 2023, a comercialização, distribuição, fabricação, propaganda e uso desse produto foram proibidos.

Essa decisão foi motivada por uma notificação da Gerência Colegiada da Superintendência de Vigilância Sanitária SES/SUBVS-SVS-DVAA, que apontou problemas graves relacionados a esse Queijo.

Minerbom (Reprodução/Internet)
Marca de Queijos Minerbom (Foto: Reprodução / Google Shopping)

QUAIS SÃO OS RISCOS PARA OS CONSUMIDORES?

Os principais motivos para a proibição incluem o uso indevido do número de registro SIF 3085, que pertence a outra empresa chamada Laticínios Paladar Mineiro LTDA ME.

Além disso, a empresa Laticínio Mineiro Limitada não tinha registro no órgão de agricultura competente e não fornecia informações adequadas para identificar o produtor do Queijo.

O rótulo do produto indicava a Fábrica de Laticínios Mineiro LTDA como sua origem, o que se revelou impreciso.

A falsificação de alimentos é uma prática ilegal e perigosa que envolve a produção e a comercialização de produtos alimentícios falsificados, adulterados ou de qualidade duvidosa de acordo com informações do portal Folha Financeira.

Essa atividade representa um grande risco para a saúde pública, pois os consumidores podem ingerir produtos que não atendam aos padrões de segurança e qualidades sanitárias.

Até o momento não foram encontradas notas oficiais, tampouco manifestações da empresa a respeito do ocorrido, porém o espaço continua aberto para que a mesma possa expor sua versão dos fatos.

A proibição da ANVISA contra marca de queijo - Fotos Canva Internet
A proibição da Anvisa contra marca de queijos (Foto: Reprodução / Canva)

MARCA DE TEMPERO FOI PROIBIDA PELA VIGILÂNCIA SANITÁRIA?

Se tem um produto que faz a diferença para quem cozinha são os temperos. Sendo assim, é primordial ficar sempre atento se existem algumas proibições do órgão fiscalizador contra as marcas que você usa diariamente no conforto do seu lar.

De acordo com o portal da Vigilância Sanitária de Santa Catarina, o primeiro produto proibido foi a Pimenta-do-reino Preta Moída Pura da marca . A empresa decidiu coibir a comercialização, distribuição, propaganda e uso da marca de temperos.

Além disso, estabeleceu o recolhimento do lote nº 0892308 do produto Pimenta-do-reino Preta Moída Pura da marca , da empresa Junco Indústria e Comércio LTDA.

Vale destacar que a proibição da Anvisa aconteceu através da publicação da Resolução-RE Nº 504, de 07 de fevereiro de 2024.

A decisão do órgão em proibir o uso do tempero se deu pelos resultados de má qualidade de Pesquisa de Salmonella spp. e Contagem de Escherichia coli, conforme Laudo de Análise Fiscal Definitivo nº 2140.1P.0/2023, enviado pelo Laboratório Central de Minas Gerais (Fundação Ezequiel Dias).

A Pimenta-do-reino preta moída da marca fã teve o lote retirado (Reprodução: Internet)
A Pimenta-do-reino Preta Moída da marca Fã (Foto: Reprodução / Google Shopping)

RISCO FATAL?

A substância fatal foi o elemento decisivo para o impedimento da mercadoria. Conforme dados do site Gov.com, a Salmonella pode resultar em duas formas de enfermidade, sendo elas: salmonelose não tifóide e febre tifoide.

Os sinais de salmonelose não tifoide pode apresentar bastante incômodo, porém a condição tende a se resolver por si só em indivíduos saudáveis (embora possa ser fatal em certas situações).

Já a febre tifoide é mais grave e tem mais chances de morte que a salmonelose não tifoide. Os principais sinais e sintomas da infecção por Salmonella (salmonelose não tifoide) é vômito, diarreia, dor abdominal, febre, entre outros.

Até o momento não foram encontradas notas oficiais, tampouco manifestações da empresa a respeito do ocorrido, porém o espaço continua aberto para que a mesma possa expor sua versão dos fatos.

QUAL FOI A MARCA DE SAL PROIBIDA PELA ANVISA?

Os consumidores devem se atentar além da validade dos produtos, se os lotes dos mesmos possuem alguma restrição do órgão fiscalizador, até mesmo em produtos com validades longas, como o sal.

A Anvisa informou a publicação da Resolução-RE Nº 259 de 19 de janeiro de 2024, na qual o decreto suspendeu a comercialização, distribuição, uso e o recolhimento do lote nº 000171 do produto Flor de Sal marca Mundialho, de responsabilidade da empresa Mundial Food Produtos Alimentícios.

A medida foi provocada por causa do resultado insatisfatório no ensaio para determinação de iodo, conforme Laudo de Análise Fiscal Definitivo nº 207.1P.0/2023, emitido pelo Laboratório Central Instituto Adolfo Lutz de acordo com informações da Vigilância Sanitária de Santa Catarina.

Flor de Sal marca Mundialho (Foto: Reprodução / Google Shopping)
Flor de Sal marca Mundialho (Foto: Reprodução / Google Shopping)

Vale destacar que a deficiência de iodo pode causar risco em gestantes, como aborto e/ou morte fetal. Por isso é de extrema importância verificar sempre os alertas da Anvisa.

Desse modo, a Anvisa fiscaliza os produtos, seja dos mercados, em portos, aeroportos e fronteiras para dar mais qualidade para os brasileiros.

Por se tratar de um caso isolado, o molho já voltou a ser comercializado normalmente e o problema foi apenas no lote mencionado acima.

Até o momento não foram encontradas notas oficiais, tampouco manifestações da empresa a respeito do ocorrido, porém o espaço continua aberto para que a mesma possa expor sua versão dos fatos.

Uma marca de sal foi barrada pela Anvisa (Foto: Divulgação)
Uma marca de sal foi barrada pela Anvisa (Foto: Reprodução / Canva)

QUAL É A FUNÇÃO DA ANVISA?

No Brasil, a Anvisa tem por finalidade promover a proteção da saúde da população, por intermédio do controle sanitário da produção e consumo de produtos e serviços submetidos à Vigilância Sanitária.

Inclusive dos ambientes, dos processos, dos insumos e das tecnologias a eles relacionados, de acordo com informações do portal GOV.

Anvisa suspende remédio após descoberta (Foto: Divulgação)
Fachada da Anvisa (Foto: Reprodução / Gov)

🚨 Davi troca medicina por programa na TV + Piovani ESCULACHA Neymar + Mion reage a boatos de traiç@o         

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Sou formado em Teatro, Produção Audiovisual e Jornalismo e completamente apaixonado por comunicação. Já atuei em emissoras de TV como Assistente de Produção e Redator em portais de entretenimento. Escrevo sobre televisão e seus bastidores, com responsabilidade, clareza, leveza e muito amor desde 2008. Mas a minha realização profissional está no Departamento de Novelas e Realities, no qual faço parte no TV Foco desde 2022. Além de Redator, atuo como Co-Apresentador das Lives do site no YouTube, às terças e sextas-feiras. Minhas redes sociais são: diego.laureano@otvfoco.com.br