CONFIRA

“Isso acabou”: Tebet acaba de emitir anúncio com FIM do aluguel garantido por Lula à lista de idosos 60+

17/05/2024 às 13h56

Por: Larissa Caixeta
Imagem PreCarregada
Tebet crava fim do aluguel garantido por Lula à lista de idosos 60+ (Foto: Divulgação)

Tebet crava anúncio com o fim do aluguel garantido pelo Presidente Lula a idosos 60+

A Ministra Simone Tebet, que comanda a pasta de Planejamento e Orçamento do Brasil, anunciou em suas redes sociais o fim do pagamento do aluguel à lista de pessoas incluindo idosos com mais de 60 anos, graças ao Presidente Lula (PT). A seguir, confira como foi o comunicado da ministra.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Bom, para quem não sabe, segundo o portal oficial do estado, o Governo do Amapá entregou a última segunda-feira, (13), o Residencial Vila dos Oliveiras para mais de 500 famílias, atendendo uma lista de 2 mil pessoas, incluindo idosos 60+ de baixa renda, na Zona Sul de Macapá. E foi sobre essa grande vitória que se tratou o anúncio de Tebet.

Vale dizer que, o habitacional faz parte do Plano de Governo para garantia da dignidade e bem-estar social da população em situação de vulnerabilidade no estado. Voltado para as pessoas, como os idosos 60+ baixa renda, inscritos no CadÚnico, e assistidos por programas sociais como Bolsa Família, Renda para Viver Melhor e Aluguel Social do Governo do Amapá.

Residencial Vila dos Oliveiras, para as 512 famílias que vão sair do aluguel (Foto: Márcia do Carmo, Nayana Magalhães e Israel Cardoso/GEA)
Residencial Vila dos Oliveiras, para as 512 famílias que vão sair do aluguel (Foto: Márcia do Carmo, Nayana Magalhães e Israel Cardoso/GEA)

Durante a cerimônia de entrega, a ministra Simone Tebet, fortaleceu a importância da conquista. Cravando o forte comprometimento do Governo do estado, e o compromisso do governo do presidente Lula de garantir habitação e dignidade ao povo brasileiro.

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Anúncio de Tebet

“Quantas vezes vocês não tiveram que no final do mês contar o dinheiro para dizer: eu pago o aluguel, ou eu coloco mais comida na mesa? Mas isso acabou! A partir de agora este é um lar para vocês”, disse a ministra. Que depois enfatizou o comprometimento junto ao governo do Amapá, garantindo mais moradias.

Veja também

Ministra Simone Tebet durante a entrega do habitacional às famílias no Amapá (Foto: Márcia do Carmo, Nayana Magalhães e Israel Cardoso/GEA)
Ministra Simone Tebet durante a entrega do habitacional às famílias no Amapá (Foto: Márcia do Carmo, Nayana Magalhães e Israel Cardoso/GEA)

“Quando a gente tem casa própria, quando temos a casa dos nossos filhos, a gente tem dignidade, bate no peito e diz, essa casa é minha, tem segurança, então cuidem das suas novas moradias, que é mais um sonho realizado por todos vocês. Seguiremos juntos com o governador Clécio, garantindo mais habitações para a população do Amapá”, destacou a ministra.

As chaves foram entregues aos beneficiários do habitacional que atende famílias em vulnerabilidade social (Foto: Márcia do Carmo, Nayana Magalhães e Israel Cardoso/GEA)
As chaves foram entregues aos beneficiários do habitacional que atende famílias em vulnerabilidade social (Foto: Márcia do Carmo, Nayana Magalhães e Israel Cardoso/GEA)

Como funciona o Minha Casa Minha Vida?

O programa do Governo Federal dá a possibilidade do cidadão comprar um imóvel com ótimas condições, como juros menores, prazo maior de quitação e menos parcelas no financiamento. Mas, é importante ter a ciência de que não são dadas casas gratuitas, mas sim subsídios altos que tonam o preço mais baixo. Os beneficiados podem desfrutar de subsídios altíssimos, que variam entre 80% a 95% do valor total da residência.

Com as mudanças, o programa pretende zerar a entrada na casa própria a famílias que tenham até R$ 2.640 de renda mensal, que já são subsidiadas com até 95% do imóvel pelo Governo Federal. Além disso, o programa possui variações a depender da faixa de renda. Para as faixas 1 e 2, são ofertados benefícios com quitação de parte do valor e juros pequenos. Já na terceira faixa, os subsídios são apenas os juros menores. Há subsídios para pessoas da área urbana e rual, veja:

Urbana

  • Faixa 1: renda bruta mensal de até R$ 2.640;
  • Faixa 2: renda bruta mensal de R$ 2.640 até R$ 4.400;
  • Faixa 3: renda bruta mensal de R$ 4.400,01 até R$ 8 mil.

Rural

  • Faixa 1: renda bruta anual de até R$ 31.680;
  • Faixa 2: renda bruta anual de R$ 31.680,01 até R$ 52.800;
  • Faixa 3: renda bruta anual de R$ 52.800,01 até R$ 96 mil.

🚨 Ex de Nahim em gu3rra com filha do cantor + Faustão e Fernanda Montenegro esnobam a Globo + Fraude de Matteus 

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Prazer, eu sou a Larissa Caixeta e se tem uma coisa que eu amo é escrever sobre os bastidores da TV, e tudo o que acontece pelo mundo. Integro a equipe do TV Foco desde 2023 e falo sobre os mais diversos assuntos por aqui, como famosos, carros, futebol, entre outras curiosidades. Estou sempre antenada aos os últimos acontecimentos e atuo com muito entusiasmo no meu trabalho.

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.