Carlos Alberto de Nóbrega

Carlos Alberto de Nóbrega

Traíra, escândalo de demissão e lista ‘maldita’: Brigas de Carlos Alberto de Nóbrega revelam seu outro lado

Após ter morte de filha e falência decretada, Carlos Alberto surge em carta aberta e desmorona: "Tive que lutar"
Carlos Alberto de Nóbrega nas gravações de “A Praça é Nossa” (Foto: Divulgação/SBT)

Carlos Alberto de Nóbrega, que comanda “A Praça é Nossa” no SBT, já teve brigas com Moacyr Franco, Batoré, Filó e Silvio Santos

Carlos Alberto de Nóbrega tem um histórico gigantesco de brigas nos bastidores e atualmente não esconde algumas de suas insatisfações com profissionais da casa. O apresentador do “A Praça é Nossa” já teve desentendimentos com Moacyr Franco, Gorete Milagres, Batoré e até mesmo com Silvio Santos, de acordo com o que foi divulgado na mídia.

O apresentador foi acusado de não apoiar e ajudar Moacyr Franco a continuar no SBT, quando o intérprete de Jeca Gay foi demitido, em 2018. Em entrevista ao “Pânico”, da Jovem Pan, o humorista revelou que esperava pelo menos uma ligação do amigo quando foi desligado da emissora.

Carlos Alberto, por sua vez, disse que não ligou porque é um funcionário como qualquer outro, e que também pode ser demitido um dia. Apesar do climão entre os dois, Moacyr Franco garantiu em live ao R7 que não teve uma briga de fato com o companheiro de profissão, mas se indispôs após acreditar que sua demissão do SBT foi injusta.

Veja também

NOME NA LISTA

Outro artista que culpou o dono da “Praça” por sua demissão da emissora foi Batoré, que foi responsável por alguns picos de audiência no programa humorístico. O artista trabalhou por 16 anos na atração e era um dos personagens mais queridos, mas foi demitido em 2003.

Batoré contou que demitido do SBT e foi até a sala de Carlos Alberto de Nóbrega para contar o que houve. Ele já sabia que tinha sido o apresentador quem colocou o nome do colega na lista de possíveis cortes, mas falou apenas para saber sua reação, que foi a pior possível.

Foi ele que colocou meu nome na lista. Quando fui falar com ele, ele só abaixou a cabeça. Não discuti nem nada, até porque tenho um respeito muito grande por ele, faz parte da minha história, mas ficamos 13 anos sem nos falar, porque achei covardia”, contou, em entrevista à Luciana Gimenez.

Moacyr Franco, Batoré e Gorete Milagres, a Filó, supostamente, já tiveram atritos com Carlos Alberto de Nóbrega (Foto: Reprodução/SBT)
Moacyr Franco, Batoré e Gorete Milagres, a Filó, supostamente, já tiveram atritos com Carlos Alberto de Nóbrega (Foto: Reprodução/SBT)

O nome de Carlos Alberto de Nóbrega e Gorete Milagres também foram envolvidos após os dois soltarem declarações polêmicas na imprensa. A intérprete da Filó contou à coluna de Patrícia Kogut, do O Globo, que precisou ser escoltada no SBT por causa do descontrole de “uma pessoa”, que não gostou de saber que ela havia voltado à emissora de Silvio Santos.

Dias depois, o dono da “Praça” revelou que foi traído por uma atriz nos bastidores do canal paulista. Ele havia dado algumas oportunidades à famosa, mas após ela renovar o contrato com o Homem do Baú, colocou nas cláusulas que não queria participar do “A Praça é Nossa”. Carlos Alberto se sentiu desvalorizado e pediu demissão, mas não teve o pedido aceito.

BRIGA COM O HOMEM DO BAÚ

O apresentador também entrou em guerra com Silvio Santos no passado. Os dois chegaram a ficar 11 anos sem se falar, após o Homem do Baú ser acusado de pegar ações do Baú da Felicidade injustamente. A empresa era do pai do humorista, Manuel de Nóbrega. O pai de Patrícia Abravanel também foi acusado de ter se deslumbrado com o dinheiro que ganhou nos anos 1970.

Silvio Santos e Carlos Alberto de Nóbrega (Foto reprodução)
Silvio Santos e Carlos Alberto de Nóbrega (Foto: Divulgção/SBT)

Veja agora: Apresentador galã de TV dá basta e resolve se assumir gay de vez: veja fotos   

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários