Celebridades

Celebridades

Vaza trailer de filme de Hebe Camargo e caracterização é chocante; vídeo

Hebe Camargo na Globo (Foto: Reprodução)
Hebe Camargo na Globo (Foto: Reprodução)

Na manhã desta sexta (8), Dia Internacional da Mulher, um grupo de jornalistas foi convidado para ir à casa de Hebe Camargo, que estaria fazendo aniversário e completando 90 anos hoje. O motivo? Nada mais, nada menos, que o  trailer do filme da apresentadora foi apresentado e ganhou data de estréia.

+Em semana polêmica, Marília Mendonça dispara e manda “Feliz Dia das Mulheres pras amantes”

Com Andréa Beltrão vivendo a queridíssima apresentadora, as primeiras cenas mostram Hebe com Roberta Close no palco, a tensão com os diretores, o carinho com os amigos e encontros com personalidades como Roberto Carlos e Dercy Gonçalves, entre outros.

Dirigido por Maurício Farias, o longa também mostra a vida pessoal de Hebe, que foi casada com Décio Capuano (Gabriel Braga Nunes) e Lélio Ravagnani (Marco Ricca), e o carinho com o único filho Marcello (Caio Horowicz). As joias, o figurino extravagante, o amor dos fãs e a cobrança por melhorias na sociedade também estão lá. “Até quando a gente vai aceitar tanta injustiça? A Hebe não é de direita, a Hebe não é de esquerda, a Hebe é direta”, diz ela em uma cena.

O elenco conta ainda com Daniel Boaventura vivendo Silvio Santos, Danton Mello como Claudio Pessutti, sobrinho de Hebe e seu braço-direito, e Stella Miranda interpretando Dercy Gonçalves, além da atriz transgênera Renata Bastos vivendo Roberta.

Veja também

+Fábio Assunção foi parar em tribo indígena para conseguir protagonista na Globo

Quando perguntada qual foi sua reação ao receber o convite para interpretar Hebe, Andréa, sempre simpática, respondeu: “Não vou conseguir”. Não é o que parece pelas imagens que você confere no trailer. O filme é um recorte da vida de Hebe, centrado entre os anos de 1986 e 1987, porém, com algumas passagens que ocorreram também desde 1982. Hebe, estreia dia 15 de agosto.

Hebe Camargo (1929-2012) recebeu muitos títulos ao longo de sua carreira: “moreninha brejeira do samba” (antes de adotar o loiro platinado), “rainha da TV”, “mulher do ano”.

+José Loreto suplica para voltar com Débora Nascimento e consegue feito inédito

Depois de morrer em consequência de um câncer, aos 83 anos, foi tema de várias biografias , um musical e, mais recentemente, de um longa-metragem ainda inédito, “Hebe” , com Andréa Beltrão no papel-título. Para Marcello Dantas, curador da exposição “Hebe eterna”, em cartaz de terça até o dia 2 de junho no Farol Santander, em São Paulo, a cantora e apresentadora foi, além de tudo isso, uma “fiadora da sociedade brasileira”: “Ela era aquela pessoa que transformava tudo dentro da zona de conforto aceitável da sociedade. Isso é muito importante, porque ela ajudou a construir um caráter do brasileiro: de tolerância, de inclusão, de diversidade, de várias coisas que estavam ali”, diz ele.

Confira o trailer do filme:

Gosta das notícias publicadas por Nayara Bolognesi? Siga ela no Instagram: clicando aqui.

VÍDEO YOUTUBE: Reviravolta! Ana Maria é cortada na Globo + Fim do SBT com baixa audiência

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários