Celebridades Emissoras Globo William Bonner

William Bonner é obrigado a ler nota de retratação no JN após divulgar notícia falsa

William Bonner na bancada do Jornal Nacional, da Globo, leu nota de retratação a pedido do site The Intercept Brasil (Foto: Reprodução)
William Bonner na bancada do Jornal Nacional, da Globo, leu nota de retratação a pedido do site The Intercept Brasil (Foto: Reprodução)

O âncora do Jornal Nacional, da Globo, William Bonner leu nota de retratação da emissora pelo compartilhamento equivocado de informação a respeito da fonte do site The Intercept Brasil

O Jornal Nacional, principal telejornal do país, exibido pela TV Globo, se retratou na noite dessa quinta-feira, 25, após divulgar uma informação equivocada referente às mensagens que estão sendo divulgadas pelo site The Intercept Brasil. A retratação foi lida em pleno horário nobre da emissora pelo âncora do JN, William Bonner.

“Ontem no Jornal Nacional nós lembramos que o site The Intercept tem divulgado diálogos no Telegram, atribuídos ao então juiz Sergio Moro e à procuradores da Lava Jato. Nós dissemos que o Intercept afirmou ter recebido os diálogos de fonte anônima, e que o site sempre negou que essa fonte fosse um hacker”, iniciou William Bonner.

Flordelis faz manobra, se livra de acusação de crime de pastor e polícia menospreza caso

Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank armam mega esquema com a Polícia Federal para trazer novo filho adotado

Thammy Miranda recebe decreto de pai delegado sobre sua relação sexual com uma mulher: “Nora”

“Ontem mesmo, depois da reportagem do JN, o Intercept enviou para a gente uma nota pedindo que nós publicássemos uma errata. Na nota, o site afirma que a informação que nós publicamos é falsa. O intercept diz que a edição do JN, abre aspas: ‘Informou equivocadamente ao público que negamos que a fonte fosse um hacker’, fecha aspas. E a nota do Intercept acrescenta, abre aspas: ‘Nunca negamos porque não comentamos assuntos relacionados à fonte, exatamente como nos garante o princípio de sigilo que consta na Constituição Federal’, fecha aspas. Está feito o esclarecimento feito pelo site Intercept“, concluiu o âncora da Globo, William Bonner.

Entenda

Desde o último dia 9 de junho, o site The Intercept Brasil tem revelado uma série de mensagens trocadas entre procuradores da República responsáveis pela investigação da Operação Lava Jato em Curitiba, liderados pelo procurador Deltan Dallagnol, e o ex-juiz federal Sergio Moro, hoje ministro da Justiça, que na época era o responsável pelo julgamento dos presos investigados na Lava Jato, entre os quais estão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o ex-deputado federal Eduardo Cunha – os dois estão presos após condenação em primeira instância de Moro.

+Gracyanne Barbosa é atacada por rival e tem corpo musculoso detonado: “Desproporcional”

Desde a divulgação dos diálogos pelo Intercept, em parceria com outros veículos de imprensa, como a Folha de S.Paulo, e a revista Veja – a Globo preferiu não firmar parceria com o site -, tem-se especulado quem seriam os responsáveis por repassar as mensagens privadas dos procuradores e Moro. Nunca, no entanto, o Intercept fez qualquer afirmação sobre quem é sua fonte, dizendo apenas, em inúmeras ocasiões, que recebeu as mensagens de uma fonte anônima e, após averiguar a autenticidade do conteúdo, e por considerá-lo de interesse público, optou por veicular as mensagens em uma série de reportagens, que ficou conhecida como “Vaza Jato”.

 

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.

ANÚNCIOS

ANÚNCIOS

Comentários recentes

CONHEÇA

ASSISTA!

;