Mais destaques

Especialista revela o que Willian Waack falou em vídeo que resultou no seu afastamento

Imagem do vídeo vazado de Willian Waack (Foto: Reprodução)
Imagem do vídeo vazado de Willian Waack (Foto: Reprodução)

Após cair na web um vídeo em que o jornalista William Waack é flagrado fazendo declarações racistas, a Globo o tirou do comando do Jornal da Globo temporariamente, até decidir o que será feito com ele: se haverá demissão ou se ele voltará a comandar o programa.

Referente a esse incidente, o especialista em análises de Comportamento Não Verbal Vitor Santos revelou o que ele realmente falou, além de dizer se o jornalista demonstrou mesmo intenção de cometer racismo.

Em vídeo publicado no seu canal no Youtube, o Metaforando, ele relembrou que Waack em sua defesa alega que o som do vídeo está em má qualidade, o que impossibilita a compreensão do que foi dito por ele.

No entanto, em uma análise de linguagem corporal, ele mostrou primeiro que seu colega Paulo Sotero expressou medo e discordância com o que foi falado. O riso foi falso devido a expressão do rosto. Paulo ficou desconfortável e provavelmente com medo de alguma repercussão sobre o comentário que Willian Waack fez.

Em codificação facial, percebe-se que ele disse uma palavra que foneticamente soaram como “PE – O” que é muito semelhante com a palavra “preto”. No entanto, pela sua observação, o jornalista não disse “coisa de preto”, mas “coisa de nego”.

Além disso, o apresentador fez micro expressões de nojo e desprezo ao pronunciar as duas frases. Isso indica que ele teve um comportamento discriminativo com os negros. Assista o vídeo e tire suas conclusões:


Curta o TV Foco no Facebook!

PUBLICIDADE

Comentários recentes