Celebridades

Naldo aparece aos prantos, pedindo perdão a Moranguinho por agressões

Naldo Benny (Foto: Reprodução)

O cantor Naldo Benny continua dando o que falar após a polêmica que se envolveu com a sua mulher, Ellen Cardoso, a Mulher Moranguinho. Ele foi acusado de ter cometido o crime de agressão física e preso na tarde desta quarta-feira (6) por porte ilegal de armas após as denúncias.

A morena o acusou de ter dado socos, chutes e puxões de cabelo, e que esse tipo de coisa já vinha acontecendo há sete anos, tudo por causa dos seus ciúmes excessivos. Agora, após de virar notícia nas páginas policiais, o cantor resolveu gravar um vídeo de arrependimento pelo que fez.

“Quero incansavelmente pedir perdão à minha mulher. Eu amo muito a minha mulher. Quem me conhece sabe o cara de bem que eu sou. O quanto estou buscando me cuidar com profissionais, com situações que ela mesma falava para mim”, disparou ele na publicação.

“Estou aqui morrendo de saudade da minha filha, da minha mulher. Estou aqui no quartinho dela olhando todas fotos nossas, arrependido, destruído, sem a menor vergonha de falar. Eu sei que as pessoas vão me bater, me julgar…”, completou o artista, chorando bastante.

Vídeo Show sofrerá dança das cadeiras em 2018; saiba quem fica e quem sai

Moranguinho saiu de casa com a filha do casal, Maria Vitória, de 2 anos. “Eu creio que Deus vai fazer um milagre, e eu quero agradecer a Ele em público pela restituição da minha família. Quero deixar muito claro para a minha mulher que eu estou arrependido e acabado, que eu a amo muito”, declarou.

“Não queria que isso tudo tivesse acontecido. A arma não teve nada a ver com a briga. Ela estava aqui em casa por conta de assalto que eu tive aqui. Eu nem sabia onde estava a arma. A Ellen fala isso no depoimento dela. Vou lutar pela família incansavelmente”, afirmou.

“Estou disposto a melhorar e dar isso como exemplo para as pessoas que passam por isso, para que eu possa ajudar com o meu testemunho, a minha mudança de postura. Porque isso é horrível demais. Quem tem a sua família, quem ama a sua família sabe o que eu estou passando agora”, completou ele.

Naldo deixou a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam) em Jacarepaguá, após pagar fiança. Agora, com base na Lei Maria da Penha, ele deverá ficar afastado da mulher, de seus familiares e das testemunhas do caso, mantendo distância mínima de 100 metros.


Curta o TV Foco no Facebook!

PUBLICIDADE

Comentários recentes