O QUE ROLOU?!

Pelo de rato: O decreto para a retirada de marca de farinha, cravada em jornal da Globo e situação hoje (04)

04/06/2024 às 6h40

Por: Lennita Lee
Imagem PreCarregada
Marca de farinha acabou sendo retirada após grave comprovação (Foto Reprodução/Montagem/Lennita/Tv Foco/Canva/Globo)

Famosa marca de farinha de trigo recebeu proibição da Anvisa após uma análise constatar a presença de pelo de rato no produto

No ano de 2017, uma marca de farinha muito famosa na mesa dos brasileiros, acabou sendo alvo de uma intervenção da ANVISA após serem encontrados pelos de ratos (acima do permitido) em sua composição.

Siga o Tv Foco no Telegram

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Telegram

Essa determinação foi impulsionada após a Associação de Consumidores Proteste realizar um teste de segurança alimentar em amostras de oito marcas de farinha do trigo.

O fato inclusive foi noticiado através do portal jornalístico da Globo (O Globo), cujo qual cravou a análise feita com base no regulamento técnico da própria ANVISA.

As análises

Como já até mencionamos em matérias anteriores, a ANVISA permite que hajam uma quantidade mínima de alguns fragmentos em determinados produtos, como a farinha*

Siga o Tv Foco no WhatsApp

Receba nossas notícias diretamente no seu WhatsApp


Apenas para contextualizar, a ANVISA permite que tenham até 75 fragmentos de insetos em 50g de farinha.

Veja também

(*Para saber mais sobre esse assunto, clique aqui)

Porém, por meio da pesquisa, cuja qual analisou 8 marcas renomadas de farinha, foram detectadas em:

  • 50 gramas das marcas Renata (33 fragmentos de insetos);
  • Dona Benta (3 fragmentos de insetos);
  • Rosa Branca (5 fragmentos de insetos)

Todas essas quantidades RESPEITAM ÀS NORMAS DE TOLERÂNCIA DA ANVISA.

Porém na marca SOL flagrou 25 fragmentos de insetos e um fragmento de pelo de roedor, por isso, não RECEBEU o aval de adequada, já que pelos de ratos NÃO SÃO PERMITIDOS EM FARINHAS.

Riscos

Como muitos sabem os pelos de roedores, como rato, ratazana e camundongo, são potenciais transmissores de doenças, mas são permitidos em alguns alimentos.

No ketchup, por exemplo, é possível ter até 1 fragmento em 50 g do alimento, mas como mencionamos acima, essa regra da ANVISA não se aplica à farinha de trigo.

Por causa do teste, a Proteste fez um requerimento aos órgãos fiscalizadores para que os produtos em desacordo com a norma fossem retirados do mercado, além de uma revisão na Resolução 14 da Anvisa, considerada “excessivamente complacente”.

A defesa da marca

A J.Macêdo, fabricante da marca SOL , assim como da Dona Benta, informou, à época, que a contraprova do lote indicado pela Proteste feita em laboratório externo credenciado pela ANVISA comprovou que o produto estava em PERFEITA CONFORMIDADE com as exigências da agência reguladora.

Fora isso, na mesma contraprova não foi identificado nenhum material estranho que levasse o produto a ser considerado impróprio para consumo.

No site da J.MAcêdo, ficou disponível para conferência os laudos feitos na época de produção do lote e a íntegra da nota da empresa sobre o exame realizado pela Proteste e também o laudo de contraprova e anota nota da empresa sobre o caso.

A empresa ressaltou que a Proteste não informou o local da coleta do produto utilizado no teste por ela promovido, as condições de armazenagem e nem se o laboratório que executou o teste é credenciado pela ANVISA, de forma que, para a J.Macêdo, o resultado obtido pela associação NÃO PODERIA SER CONSIDERADO COMO CONCLUSIVO.

Em seu comunicado, a J.Macêdo ainda afirmou que todas suas unidades seguem rígidos controles de qualidade e rotinas de análise sistemática, com procedimentos de boas práticas de fabricação e controle de pragas minucioso.

“Se por algum motivo um produto se apresente fora da especificação, o lote inteiro do qual ele faz parte é descartado, conforme as regras da ANVISA e as melhores práticas de segurança alimentar” -Completou a marca

Qual a situação da marca SOL HOJE (04/06) ?

Conforme foi mencionado ao longo desse texto, a marca SOL conseguiu provar que seus produtos seguiam à risca todas as determinações da ANVISA, baseada nas contraprovas apresentadas por ela.

Atualmente a marca continua sendo vendida normalmente em todos os principais pontos comerciais, incluindo lojas e-commerce. 

Marca Sol continua ativa no mercado sendo vendida nos principais pontos de vendas e lojas virtuais (Foto Reprodução/Internet)
Marca Sol continua ativa no mercado sendo vendida nos principais pontos de vendas e lojas virtuais (Foto Reprodução/Internet)

Importância da marca Sol:

Uma das marcas mais icônicas do Brasil, a SOL vem trazendo reformulações completas desde o ano de 2022 em seu portfólio, baseada em um novo posicionamento de mercado.

De acordo com o portal LIVE MKT, ela está há 116 anos na mesa dos brasileiros e um dos carros-chefe da J.Macêdo.

Ao longo dos anos, a marca capturou as novas tendências do mercado ao mesmo tempo em que resgatou sua tradição e pioneirismo.

O resultado é uma linha mais robusta, com produtos saborosos e de alta qualidade; e que, por um preço competitivo, alcançam consumidores de diferentes perfis e se encaixam em todos os momentos do dia.

🚨 Mani faz a fila andar? Globo toma estrela do SBT antes de Eliana + Marrone internado  

Autor(a):

Meu nome é Lennita Lee, tenho 32 anos, nasci e cresci em São Paulo. Viajei Brasil afora, e voltei para essa cidade, afim de recomeçar a minha vida.Sou formada em moda pela instituição "Anhembi Morumbi" e sempre gostei de escrever.Minha maior paixão sempre foi a dramaturgia e os bastidores das principais emissoras brasileiras.Também sou viciada em grandes produções latino americanas e mundiais. A arte é o que me move ...Atualmente escrevo notícias sobre os últimos acontecimentos do cenário econômico, bem como novidades sobre os principais benefícios e programas sociais.

Utilizamos cookies como explicado em nossa Política de Privacidade, ao continuar em nosso site você aceita tais condições.