Colunas Foco na TV

Antes de transferência polêmica para o SBT, Ratinho despertou interesse da Globo: “Tem um carisma danado”

Ratinho comandou o Ratinho Livre na Record. (Foto: Reprodução)
Ratinho comandou o programa Ratinho Livre na Record. (Foto: Reprodução)

No auge do sucesso, Ratinho chegou a ser disputado pelas principais emissoras do país

“Eu quero sair daqui para o cemitério. Do SBT para o cemitério. Se aposentar nem pensar, eu quero ficar aqui fazendo programa”. Essa foi a declaração que Carlos Massa, o Ratinho, deu em entrevista ao TV Fama, da RedeTV!, em novembro do ano passado, ao ser questionado sobre o seu futuro no SBT e de uma possível transferência para a Globo.

Hoje consolidado na audiência e considerado uma das principais estrelas da emissora de Silvio Santos, Ratinho já chegou a virar alvo de disputa dos principais canais do país, incluindo a Globo.

+ Dono da Globo esnobou novela Pantanal na concorrência, mas se arrependeu: “Não é sucesso coisa nenhuma”

Em 1997, um ano antes de acertar com a Record, Ratinho ganhava destaque por seu estilo popularesco e irreverente no comando do programa 190 Urgente, da CNT/Gazeta, canal paranaense. Àquela altura, o apresentador já era sondado pela Record, mas também foi cotado pela maior emissora do país: a Globo.

Em março de 1998, meses após Ratinho se transferir para a Record, o jornal Folha de S. Paulo destacou que a Globo realizou um estudo interno para discutir a possibilidade de contratar o apresentador, que na ocasião, já surpreendia e superava a audiência da emissora carioca no comando do polêmico Ratinho Livre.

Ratinho no comando do 190 Urgente, da CNT/Gazeta. (Foto: Reprodução)
Ratinho no comando do 190 Urgente, da CNT/Gazeta. (Foto: Reprodução)

Isso, no entanto, não ficou apenas no campo da especulação. A informação chegou a ser confirmada pelo então vice-presidente da Globo, Roberto Irineu Marinho (atual presidente do Grupo Globo), que elogiou Ratinho, mas alfinetou o conteúdo do seu programa.

“Não vamos menosprezá-lo. [Ratinho] é um camarada com um carisma danado e poderia estar fazendo um programa de melhor qualidade, com grande sucesso. É um desperdício usar o Ratinho em um programa tão ruim”, disse o executivo.

+ Em 1996, Renato Aragão ameaça abandonar a Globo e fazer nova versão de Os Trapalhões com Quico

“Não compramos o passe de ninguém que tenha contrato em andamento com outra emissora e não rompemos com esse código. Chegamos a avaliar a hipótese de fazer um programa com ele, mas com outra linguagem, outro comportamento. Não há hipótese desse tipo de programa na Globo. Isso foi antes de ele ter sido contratado pela Record”, completou.

Não dá para afirmar, no entanto, que Ratinho tenha se dado mal com os rumos que tomou na carreira e com o fato de nunca ter acertado com a Globo, mas algumas de suas decisões geraram polêmica.

Apresentado hoje é destaque no SBT. (Foto: Divulgação)
Apresentado hoje é destaque no SBT. (Foto: Divulgação)

Com o sucesso estrondoso na Record, o apresentador também despertou o interesse do SBT. Conforme contamos em outra edição da coluna, Ratinho ficou pouco tempo na Record (menos de um ano), e acabou mesmo se transferindo para o SBT, em uma decisão controversa, na qual a Record acusou publicamente a concorrente e Silvio Santos de terem agido de forma antiética, e cobrava uma multa astronômica, de cerca de R$ 43 milhões, para liberar o apresentador; o caso chegou a ir parar na Justiça.

+ Depois de quase rejeitar Chaves, Silvio Santos planejou versão brasileira da série no SBT

Há 22 anos no SBT, Ratinho mudou o seu estilo e até chegou a ter um momento de baixa, com o seu programa ficando fora do ar por três anos. O apresentador, no entanto, deu a volta por cima, voltando à programação da emissora, onde permanece até hoje com o Programa do Ratinho.

Com um dos maiores faturamentos da TV brasileira, Ratinho também se tornou um empresário bem sucedido, como proprietário de um canal de TV no Paraná e de algumas emissoras de rádio. Mesmo que já tenha declarado que não pensa em sair do SBT e que hoje encara o trabalho na televisão como uma grande diversão, o apresentador não tem muito que lamentar sobre a carreira que construiu até aqui.

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.