Chico Pinheiro

Chico Pinheiroighome

“Após 25 anos”, Chico Pinheiro tem escândalo com áudio vazado na Globo, parte pra cima da direção e é demitido de canal

"Deixaram mortos", Chico Pinheiro abre às pressas, confirma pior notícia e anuncia tragédia na Globo: "Triste"
Chico Pinheiro na abertura do Bom Dia Brasil, na Globo (Reprodução)

O jornalista protagonizou um dos maiores escândalos da história da Record

Conhecido por ser um dos principais âncoras da Globo, há quase duas décadas, Chico Pinheiro já se envolveu em algumas polêmicas na emissora carioca, mas nada se compara ao escândalo que ele protagonizou em sua passagem pela Record.

Isso mesmo, para quem não se lembra, antes de despontar como um dos pilares do jornalismo da Globo, Chico Pinheiro se tornou nacionalmente famoso na Band e teve uma passagem relâmpago pela Record em 1995.

Na época, a emissora de Edir Macedo tentava se firmar no cenário televisivo nacional, mas não costumava abordar assuntos de outras religiões.

Quando foi contratado pela emissora, Chico Pinheiro não se preocupou com as questões religiosas de Edir Macedo, mas logo a influência da igreja se tornou um empecilho para o jornalista.

Chico Pinheiro
Chico Pinheiro durante sua passagem na Record (Foto: TV História)

Segundo um levantamento feito pelo site TV História, em outubro de 1995, no programa “O Despertar da Fé”, da extinta TV Tupi, foram exibidas imagens do pastor Sérgio Von Helder chutando a imagem de Nossa Senhora Aparecida, enquanto proferia: “Isso aqui não funciona, isso aqui não é santo coisa nenhuma”. O episódio ganhou destaque nacional e foi veiculado em quase todos o telejornais, inclusive no Jornal Nacional.

Veja também

Porém, no jornalismo da Record, logo surgiu o velho tabu sobre como esse fato seria abordado. Na mesma época, em uma entrevista, Chico Pinheiro afirmou: “Meu compromisso é com a veiculação da notícia. Não estou trabalhando para uma igreja, mas para uma televisão, fazendo jornalismo, o que implica mostrar os fatos”.

A declaração não pegou nada bem, e a pedido da direção da Record, seria veiculado um pedido de desculpas de Edir Macedo aos católicos. No entanto, Chico julgou que seria justo também colocar o posicionamento do cardeal Dom Eugênio Sales, o que não era aprovado pelos diretores.

Foi aí que o jornalista peitou os executivos da Record e ordenou que sua equipe exibisse a matéria, mesmo contra a vontade da alta cúpula. Chico, inclusive, se preparou para ler trechos da entrevista ao vivo, denunciando que foi censurado pelo canal. 

A matéria foi exibida e após poucos dias, Chico Pinheiro foi demitido da Record.

Na ocasião, o apresentador recebeu um memorando do então presidente da emissora, o Bispo João Batista, no qual afirmava que Pinheiro teria denegrido a imagem da emissora pela imprensa, provocando uma debandada de anunciantes.

NOVA POLÊMICA DA GLOBO

Chico Pinheiro, Globo
Chico Pinheiro também se envolveu em um escândalo na Globo (Foto: Reprodução)

Como citado anteriormente, Chico Pinheiro também se envolveu em um escândalo na Globo, o que acabou culminando em seu afastamento definitivo do Jornal Nacional.

Isso porque, um áudio vazado, que foi atribuído ao âncora, mostrava o veterano defendendo abertamente o então presidente Lula.

A repercussão foi extremamente negativa e ele chegou a ficar suspenso da Globo. No entanto, voltou ao comando do Bom Dia Brasil, telejornal que apresenta até os dias atuais, após 25 anos de casa.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários