Mariana Godoy

Mariana GodoyRecord

Após peitar Edir Macedo, Mariana Godoy é intimada pela cúpula da Record e recebe a pior notícia

Mariana Godoy
Mariana Godoy na bancada do Fala Brasil, da Record (Foto: Reprodução/Twitter)

Em retaliação aos comentários da jornalista, a emissora proibiu que seus profissionais emitam opiniões

Como já era de se esperar, depois de alguns comentários contrários a Jair Bolsonaro, Mariana Godoy recebeu uma proibição da alta cúpula de jornalismo da Record. 

Para quem não se lembra, na última sexta-feira (30), a âncora do Fala Brasil, ao chamar uma reportagem sobre uma live do presidente, classificou a transmissão como “bizarra”, já que depois de 3 anos apontando fraudes no sistema eleitoral, Bolsonaro disse que não tem nenhuma prova para as denúncias.

Pois bem, naquele mesmo dia, a declaração da jornalista teve uma enorme repercussão nas redes sociais, Godoy foi atacada por apoiadores do presidente e até por membros do governo federal.

De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, do UOL, pressionada, a Record reforçou nesta segunda-feira (02), um aviso não só para Mariana Godoy, mas para todos seus jornalistas, que ninguém deve comentar notícias, exceto os profissionais pagos para isso.

O profissional ainda acrescenta que a proibição ultrapassa o campo das palavras, nem mesmo expressões faciais serão permitidas nos telejornais da emissora.

Veja também

Feltrin finaliza a informação dizendo que após a ordem de “isenção”, a emissora foi procurada, mas preferiu não comentar sobre o assunto.

ATAQUES A MARIANA GODOY

A ordem da Record acontece um dia depois que Max Guilherme, assessor do governo federal, atacou Mariana Godoy nas redes sociais. 

Bizarra é você”, disse o ex-sargento do Bope, que também acusou a Record de ser “comunista“.

Vale ressaltar que essa não foi a primeira vez que Mariana Godoy fez comentários criticando a gestão de Jair Bolsonaro, aliado político do Bispo Edir Macedo, dono da Record.

MESMO CAMINHO DE ADRIANA ARAÚJO?

Mariana Godoy e Edir Macedo
Mariana Godoy e Edir Macedo (Foto: Montagem/TV Foco)

O escândalo envolvendo a âncora da Record se assemelha muito ao que aconteceu com Adriana Araújo, ex-apresentadora do Jornal da Record.

Depois de constantes críticas contra a atuação do governo federal, Adriana Araújo foi advertida, afastada do JR e posteriormente demitida da emissora de Edir Macedo.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários