Celebridades

Atriz da Globo agredida tem golpe com cúmplices descoberto e ex-marido entrega: “Estava amordaçado”

Sérgio Schiller Thompson-Flores e Cristiane Machado Globo (Foto: Reprodução/TV Globo)
Sérgio Schiller Thompson-Flores e Cristiane Machado (Foto: Reprodução/TV Globo/Montagem TV Foco)

Atriz de algumas novelas da Globo, Cristiane Machado foi acusada de usar sua família e seu ex-noivo para colocar Sérgio Schiller Thompson-Flores atrás das grades

As polêmicas envolvendo o mundo dos famosos costumam ter grandes reviravoltas, mas a que foi descoberta nesta terça-feira (12) promete ser uma das maiores de 2019. Cristiane Machado colocou seu ex-marido, Sérgio Schiller Thompson-Flores, na cadeia após registrar algumas agressões que sofreu do rapaz dentro da casa que moravam juntos. Após sete meses preso, o veterano resolveu contar o que de fato aconteceu e as novas informações podem complicar o lado da famosa, que já atuou em novelas da Globo.

Em entrevista ao jornalista Alessandro Lo-Bianco, do programa A Tarde é Sua, da RedeTV!, o ex-diplomata revelou que desde o momento em que se casaram a atriz começou a sugar todos os bens que tinha, exigindo viagens, filhos e até mesmo uma nova mansão no nome dos dois, além da que eles já moravam. O problema começou a acontecer quando ele disse que não ia fazer a sétima viagem internacional em um ano, além de não querer ter um novo herdeiro com ela naquele momento.

A partir disso, Cristiane Machado instalou câmeras por toda a casa, a fim de fazer Sério Schiller perder a cabeça e ser registrado até ir parar na cadeia. Com a ajuda de seu ex-noivo, Guilherme Santana, a artista editou imagens e entregou à polícia após ficar 5 horas seguidas agredindo e provocando o ex-marido, que se descontrolou e foi flagrado empurrando e agredindo a famosa da Globo com um fio de telefone.

A atriz também contou com a ação de familiares para desviar dinheiro do ex-diplomata, conseguindo diversos cúmplices para aplicar um golpe no veterano. Após o episódio de agressão, ela fez um pedido de medida protetiva na Justiça, que lhe foi concedida, mas poucos dias depois pediu para que o marido voltasse para casa para poder cuidar de seus ferimentos. Ela deu entrada na prorrogação da medida protetiva, mas quando percebeu que não teria mesmo um filho do empresário, decidiu fazer uma nova denúncia.

Sabendo que Thomas Schiller estava na casa de sua família, Cristiane Machado acusou o ex-marido de estar foragido e assim ele foi parar na cadeia. A juíza que observou as imagens invalidou todos os registros, já que estavam tão editados que foram caracterizados como clandestinos. Existem 12 processos cíveis pedindo sua prisão e mais de 18 mil horas de gravações e ao todo os trechos que mostram as agressões chegam a 2 minutos.

O ex-diplomata mostrou imagens de seus braços, pernas e pés repletos de hematomas, inclusive o seu olho. Suas costas estavam todas arranhadas e toda essa agressão fez com que ele perdesse a paciência, cometendo a violência que ficou conhecida por todo o Brasil. Ela o acusou de cárcere privado, dizendo que foi presa dentro de casa pelo veterano, que teria ido dormir. O empresário garante que não existe nem trancas nas portas relatadas.

Cristiane Machado informou Sérgio Schiller que sofria de problemas psiquiátricos e pediu que ele nunca a abandonasse, mesmo doente como era, e como estava apaixonado, acabou fazendo juras de amor à mulher. A relação tóxica fez com que o homem solicitasse uma nova perícia para mostrar que a agressão com o fio de telefone foi unicamente para ele se defender e prender as mãos da artista, além de retomar o seu nome, que foi enlameado após as acusações da mulher, que para ele invalidou a luta de vítimas reais que recorrem à Lei Maria da Penha para fazer denúncias válidas.

Em nota, a atriz disse:

“Me sinto vitoriosa e com a certeza de que a Justiça foi feita. Meu agressor foi condenado em dois processos diferentes. O primeiro de lesão corporal a 10 meses e o segundo, a três anos em regime semiaberto, referente às imagens exibidas num programa de televisão, deixando assim de ser réu primário. Detalhe: as mesmas imagens que insiste em falar que são editadas! Não podemos esquecer também os áudios, onde ele me ameaça com uma faca no pescoço, e ameaça meus pais deficientes, caso eu o entregasse à polícia. Inclusive, ele mesmo fala: “é matar que eu quero”.  Precisei de muita coragem para lutar e continuar lutando pela minha integridade física Na época da exibição das imagens de agressão, num programa televisivo, meu agressor, hoje condenado pela Justiça, entrou com uma liminar para que eu não pudesse  mostrar os laudos oficiais da Justiça (pois os laudos feitos por peritos particulares não valem para a Justiça), inquéritos e nenhum documento oficial do processo e também não pudesse relatar movimentos processuais. Essa liminar vale até hoje! Portanto, se eu descumprí-la, eu pago a multa de R$50 mil reais a ele! Obviamente, essa é uma tentativa de me calar porque um homem rico acha que pode tudo e, ao mesmo tempo, uma verdadeira incoerência! As vítimas de violência doméstica são sempre incentivadas a denunciarem, a não se calarem. Então, por que, eu, que sou a vítima, não posso falar, mas meu agressor, sim? Vale esse questionamento! Como meu agressor tem com alto poder aquisitivo, precisei e preciso lutar contra violência doméstica e a de classe social. Devido a essa liminar que me impede até hoje de falar o que acontece dentro do processo, relatei apenas minha experiência pessoal, pois assim, não teria e não tenho que pagar ao meu agressor e poderia continuar lutando por Justiça. Nunca desisti. Sempre enfrentei tudo com muita coragem. O agressor sempre quer calar a vítima. Tudo que ele justifica, fala ou elabora como suposta sua defesa, eu já ouvi da tropa de advogados dele. Tudo que ele relata está presente nos processos, como defesa dele. E a Justiça já deu a resposta.  Ele é um condenado! Quanto a bater nele durante cinco horas, eu chego a rir! Compare meu tamanho e peso com o dele! A quem ele quer enganar?  Não adianta se defender ferindo minha moral. Atitude comum dos agressores. Palavras são meras palavras. Na Justiça, o que vale são fatos e provas. E a Justiça já deu a resposta.  Ele é um condenado! Só posso dizer que tenho cada vez mais vergonha por ele”. – Atriz Cristiane Machado.

Sérgio Schiller Thompson-Flores e Cristiane Machado (Foto: Arquivo Pessoal)
Sérgio Schiller Thompson-Flores e a atriz Cristiane Machado (Foto: Arquivo Pessoal)

Saiba tudo o que vai acontecer sobre a nova novelas das 9 da Globo, Amor de Mãe

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Paulo Vito

Paulo Vito é um jornalista que trabalha com celebridades desde 2017 e admira tudo o que envolve o mundo dos famosos e da televisão. Está sempre de olho no que acontece nas redes sociais e faz questão de prestar atenção nas polêmicas e novidades!