César Tralli

César Tralli entra ao vivo com estúdio apagado e notícia de morte faz âncora segurar choro: “Dizimado”

César Tralli
César Tralli iniciou o SP1 com o estúdio no escuro (Foto: Reprodução/GloboPlay)

O jornalista começou o telejornal no escuro em luto pelas vítimas da Covid-19

César Tralli iniciou o SP1 desta terça-feira (29) na Globo de uma forma nunca vista antes. O jornalista surgiu no estúdio completamente apagado, para lamentar mais um recorde de vítimas do Covid-19 no estado de São Paulo.

Antes das câmeras cortarem para o estúdio do telejornal paulista, foram exibidas imagens da cidade de São Paulo através do Globocop e Tralli iniciou o seu desabafo visivelmente emocionado.

“Você confere o SP1, estamos chegando ao fim do mês de março com esse tremendo desafio de vencer a Covid-19 de desacelerar a contaminação pelo vírus, especialmente salvar vidas. As ruas estão mais tranquilas, tem menos gente circulando com essa pausa de emergência com feriados emendados, especialmente na capital, um atrás do outro pra tentar segurar as pessoas.”, narrou o jornalista.

“São os dilemas que a gente vive e estamos juntos aqui com você pra gente tratar disso e muito mais todos os dias. O estado de São Paulo tem um novo recorde de mortes pela Covid em 24h, 1209, mais de 1200 vidas perdidas. Mães, pais, tios, avós, amigos que se foram. Não dá pra ver esse número e não se importar né? Chegamos a soma impressionante de 73.492 óbitos”, ressaltou César Tralli ao surgir no estúdio completamente apagado.

César Tralli
Estúdio do SP1 às escuras (Foto: Reprodução)

O âncora ainda relacionou os números ao munícipio de Cajamar e evidenciou que as mortes seriam as mesmas caso o lugar fosse dizimado: “É como se a cidade de Cajamar, aqui na Grande São Paulo, fosse dizimada.”, comparou.

NÚMEROS NÃO PARAM DE SUBIR

A imagem do jornal da Globo foi lentamente recuperando suas cores e o jornalista continuou: “Uma boa tarde pra você, o SP1 fala exatamente dessa situação muito preocupante que envolve toda a grande São Paulo. Infelizmente os números não param de subir” disse Tralli antes de chamar o repórter Tiago Scheuer que estava no centro de monitoramento do governo do estado.

“Boa tarde Tralli. Nós nunca mais tivemos o índice de isolamento tão alto como lá em março do ano passado”, afirmou o jornalista antes de mostrar os dados da catástrofe da pandemia no Brasil, principalmente no estado paulista, que já tem mais 70 mil vítimas.

César Tralli
César Tralli noticiou mais um recorde de mortes em São Paulo (Foto: Montagem)

REPERCUSSÃO

Claro que a abertura tenebrosa do noticiário da Globo repercutiu entre os telespectadores do canal, que usaram o Twitter para comentarem o acontecido. Vale lembrar que essa não é a primeira vez que o SP1 inicia em luto pelas mortes de Covid-19.

Confira alguns Tweets abaixo:

Triste com a abertura do sptv!#SPTV1#SP1#césartralli

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Erick Martins