Celebridades

Celebridadesighome

“Cheguei a queimar uma bíblia”, Alexandre Frota expõe vício em drogas e fundo do poço: “Era para ter morrido”

"Cheguei a queimar uma bíblia", Alexandre Frota expõe vício em drogas e fundo do poço: "Era para ter morrido""Cheguei a queimar uma bíblia", Alexandre Frota expõe vício em drogas e fundo do poço: "Era para ter morrido"
Alexandre Frota (Foto: Reprodução)

O deputado expôs o que viveu quando era viciado em drogas

Alexandre Frota, hoje, deputado federal, já aprontou poucas e boas em sua juventude. Em entrevista ao podcast “Mais que 8 minutos” de Rafinha Bastos, ele relembrou o vício em drogas e contou que até queimou uma bíblia em uma de suas loucuras.

Ao contrário do que se imagina, aos 18 anos, Alexandre Frota não usava nenhum tipo de entorpecente. No entanto, ao mudar para Garopaba, estado de São Paulo, para gravar um filme, ele fez amizade com um grupo de jovens que o levaram para o mal caminho.

Na época, Alexandre Frota era considerado careta. Até que certo dia, ele foi ao bar com os rapazes e tomou uma cerveja. Foi aí que tudo aconteceu. No dia seguinte, ele já queria sentir a sensação de estar bêbado novamente e isso foi porta de entrada para outras drogas, que acabou o levando ao vício.

Dessa forma, o parlamentar usava maconha, cocaína, chá de cogumelo e até ácidos. Em uma das vezes que tomou o chá, ele chegou a alucinar na praia e queria alcançar o sol.

“O sol estava morrendo e eu fui remando até que o sol sumiu. Eu comecei a olhar para água e ver um monte de vulto preto, quando eu olhei para trás eu vi a distância que eu estava da praia, a galera estava pequenininha”, revelou.

Veja também

"Cheguei a queimar uma bíblia", Alexandre Frota expõe vício em drogas e fundo do poço: "Era para ter morrido"
Alexandre Frota no podcast de Rafinha Bastos (Reprodução: Youtube)

FUNDO DO POÇO

Além disso, certa vez, o famoso usou ácido e deixou de sair com seu grupo de amigos por achar que um sapo estava falando com ele. Como resultado, o uso excessivo de drogas levou Alexandre Frota ao fundo do poço.

“Eu arranquei televisão da parede e entreguei na boca, peguei bicicleta e entreguei na boca, fui forte na parada. Fui rico, fiz sucesso, fui para o fracasso, fiquei pobre (…) Eu chorava, cheguei a queimar uma bíblia”, disse ele, que justificou que queimou o livro por achar que Deus era culpado por seu vício.

“Eu sou um sobrevivente, era para eu ter morrido. Era para ter acontecido comigo o que aconteceu com o Chorão”, finalizou ele.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Assuntos

Alexandre Frota

Quem escreve

Bianca Barbosa

Bianca respira comunicação desde os 15 anos e se tornou uma radialista especializada em redação. É apaixonada por escrever sobre o mundo das celebridades e busca informar o leitor sem deixar a descontração de lado.

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários