Celebridades

Celebridades

Cuca assassina marido, Pedrinho preso e ódio a negros: os bastidores do Sítio do Picapau Amarelo

Elenco infantil do “Sítio do Picapau Amarelo” (Foto: Divulgação/TV Globo)

Dorinha Duval, César Cardadeiro e até Monteiro Lobato fazem parte de uma lista de polêmicas do “Sítio do Picapau Amarelo”, da Globo

A série infantil “Sítio do Picapau Amarelo” já ganhou duas versões na tela da Globo e até hoje continua no imaginário do público. Apesar do sucesso, alguns atores das produções se envolveram em polêmicas no passado. Nem mesmo o autor dos livros, Monteiro Lobato, escapou dos escândalos.

Dorinha Duval interpretou Cuca na versão dos anos 70 da série, mas já tinha dado vida a outros personagens em novelas de sucesso, como “Irmãos Coragem” (1970) e “O Bem Amado” (1973). Em 1980, a artista assassinou o então marido, Paulo Sérgio Garcia, com vários tiros.

A atriz do “Sítio do Picapau Amarelo” revelou que era constantemente humilhada por ser 16 mais velha que o companheiro. Teve ocasiões em que era chamada de “velha, feia e gorda” durante as discussões que os dois tinham. A gota d’água foi quando ela levou um tapa na região da cabeça, o que a fez perder a paciência.

Veja também

Após ameaçar se matar, Dorinha Duval pegou a arma que o casal tinha em casa e disparou contra Paulo Sérgio. Ela foi condenada a seis anos de prisão em regime semiaberto, mas logo depois passou para o regime aberto. Atualmente, a veterana mora na capital fluminense, onde faz pinturas.

Dorinha Duval atualmente e a personagem Cuca da primeira versão (Foto: Reprodução/TV Globo)
Dorinha Duval atualmente e a personagem Cuca da primeira versão (Foto: Reprodução/TV Globo)

PRISÃO

Outra polêmica envolve César Cardadeiro, que deu vida a Pedrinho na versão mais recente – que teve troca de atores entre as temporadas. O famoso foi preso em 2013, aos 23 anos, após ser acusado de invadir uma casa no Rio de Janeiro. A mãe dele o defendeu e disse que o filho apenas queria assistir a uma apresentação artística.

O caso foi parar na imprensa, mas o jovem nunca mais falou sobre o assunto. O que se sabe é que o ele não se envolveu mais em polêmicas que pudessem repercutir na mídia. O artista passou por novelas na Record e hoje em dia se encontra meio sumido das novelas.

RACISMO

Para completar a lista de polêmicas, tem o próprio Monteiro Lobato, criador da série, que até hoje é estado por criar histórias racistas. Nos livros de “Sítio do Picapau Amarelo”, existem termos para lá de preconceituosos e que atualmente são repudiados. A Tia Anastácia, cozinheira do sítio, por exemplo, é considerada a “escrava” da família.

César Cardadeiro na época do "Sítio do Picapau Amarelo" e hoje em dia (Foto: Reprodução/TV Globo)
César Cardadeiro na época do “Sítio do Picapau Amarelo” e hoje em dia (Foto: Reprodução/TV Globo)

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Quem escreve

Paulo Vito

Paulo Vito é um jornalista que trabalha com celebridades desde 2017 e admira tudo o que envolve o mundo dos famosos e da televisão. Está sempre de olho no que acontece nas redes sociais e faz questão de prestar atenção nas polêmicas e novidades!

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários