Falência: confira tudo sobre quebra de empresas

Falência: confira tudo sobre quebra de empresas

Falência decretada e fim decadente: O fechamento de rival da Renner e 4 motivos para o adeus ao Brasil

Rival da Renner fechou as portas. Foto: Reprodução/Internet
Rival da Renner fechou as portas. Foto: Reprodução/Internet

A falência decretada e o encerramento de um concorrente da Renner marcaram o fim de uma loja no mercado brasileiro

O cenário varejista brasileiro ficou em choque com o acontecimento marcante da falência decretada e o fim decadente de um concorrente da Renner, que fazia muito sucesso no Brasil.

Falência repentina e clientes abandonados: Plano de saúde tradicional de São Paulo tem fim trágico decretado

Renner (Reprodução/Internet)
Renner (Reprodução/Internet)

FECHAMENTO

No Brasil, a Forever 21 encerrou suas operações em 2022, fechando 15 unidades devido a desafios como alto custo de importação e infraestrutura excessiva. Agora, a marca consolidou uma parceria online com a Shein.

Esses fatores, combinados, contribuíram para o declínio e falência da Forever 21, uma vez vista como concorrente de gigantes como Renner, C&A e Riachuelo.

A Forever 21, após uma expansão global bem-sucedida, passou por tempos difíceis, declarando falência nos Estados Unidos e anunciando o fechamento de até 178 lojas no país, além de um número semelhante em outros mercados.

Veja também

Com uma presença global de mais de 50 países, a rede de varejo de moda enfrentou uma situação decadente, com analistas apontando quatro razões cruciais para seu declínio, segundo o G1.

Em primeiro lugar, a ascensão das compras online tem impactado varejistas tradicionais, e a Forever 21, com apenas 16% de suas vendas geradas digitalmente, ficou para trás diante de concorrentes online como Asos e Amazon.

A mudança no comportamento de compra, com mais jovens optando por catálogos online, também contribuiu para o declínio da marca.

Além disso, a estratégia de ocupar grandes espaços em shopping centers nos EUA foi arriscada. A empresa se expandiu além de roupas e acessórios de moda para categorias de mercadorias onde tinha pouca experiência, como eletrônicos, e suas lojas grandes foram expandidas além de sua capacidade gerencial.

A rejeição à “moda rápida” também afetou a Forever 21, pois consumidores, especialmente os jovens, ficaram mais conscientes das questões de sustentabilidade e condições de trabalho. A marca não respondeu sobre essas preocupações, e acabou perdendo a conexão com os consumidores.

Além disso, a Forever 21 enfrentou escândalos que prejudicaram sua imagem, desde a distribuição de barras dietéticas junto com roupas online até processos judiciais, como o movido pela cantora Ariana Grande.

Dívida milionária, faturamento afundado e demissão: 3 motivos da falência de rival da Nestlé no Brasil

Forever 21. Foto: Reprodução/Internet
Forever 21. Foto: Reprodução/Internet

Por que a Forever 21 fechou no Brasil?

Segundo o Folha de Pernambuco, a Forever 21 fechou todas as lojas no Brasil porque enfrentou desafios financeiros significativos por aqui. Os custos operacionais, incluindo impostos, logística e aluguel das lojas, estavam bastante elevados.

Além disso, a competição com outras marcas de moda rápida, especialmente as asiáticas, também impactou negativamente.

R$ 350 milhões em dívidas e falência decretada: O amargo fim de 3 concorrentes das Casas Bahia

🚨 Substitutos de Ana Maria batem boca + Ator diz que foi humilhado pela Globo + Adeus Rodriguinho?

NOS SIGA NO INSTAGRAM

Logo do TvFoco

TV FOCO

📺 Tudo sobre TV e Famosos que você precisa saber.

@tvfocooficial

SEGUIR AGORA

Assuntos

falência

Quem escreve

Larissa Santos

Cursando Relações Públicas na Universidade Anhembi Morumbi. Apaixonada por entretenimento e com passagens por outros sites como o AaronTuraTV, meu objetivo é informar com maior objetividade e clareza possíveis.