Celebridades

Felipe Prior, do BBB20, é acusado de suposto estupro por 3 mulheres e documentos sigilosos são divulgados: “Gritou muito”

Marie Claire teve acesso exclusivo a um documento que acusa formalmente o ex-BBB de violentar mulheres entre os anos de 2014 e 2018 (Foto: Marie Clare)
Marie Claire teve acesso exclusivo a um documento que acusa formalmente Felipe Prior, do BBB20, de violentar mulheres entre os anos de 2014 e 2018 (Foto: Globo/Marie Clare)

Felipe Prior teria sido acusado de três tentativas de estupro, segundo a revista Marie Clare que teve acesso exclusivo a um documento que acusa formalmente ao ex-BBB

Tido como o galã do BBB20, ‘el mago’ e queridinho de muitos famosos, Felipe Prior teria sido acusado três vezes de tentativa de estupro e responde judicialmente às acusações. De acordo com reportagem exclusiva da Marie Claire, o arquiteto cometeu o primeiro, suposto ato, em 9 de agosto de 2014, contra Themis (nome fictício para proteger a identidade da moça).

Themis foi a uma festa que comemorava os jogos universitários das faculdades de arquitetura e urbanismo de São Paulo, chamados de InterFAU. Ao final do evento, ela e sua amiga aceitaram uma carona oferecia por Felipe Antoniazzi Prior, na época, aluno do curso de arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Primeiro caso

No relato à Marie Claire, Themis disse que se encontrava “bastante alterada” na ocasião, pois havia consumido bebida alcóolica. De acordo com a jovem, Felipe Prior deixou a amiga em casa e minutos depois parou o carro na rua desligando o motor. Neste momento, o ex-BBB se atirou para cima de Themis e começou a beijá-la, passando a mão pelo seu corpo.

Conforme depoimento que Themis concedeu às suas advogadas (protocolado no Departamento de Inquéritos do Fórum Central Criminal em 17 de março de 2020 pelas advogadas Maira Pinheiro e Juliana de Almeida Valente a fim de dar início a uma investigação criminal), ao qual Marie Claire teve acesso exclusivo, Felipe Prior tirou a roupa dela e abriu a própria calça, deixando seu órgão genital para fora.

Devido a sua embriaguez, a jovem afirmou que não conseguia resistir fisicamente, mas que deixou claro que não queria praticar nenhum ato sexual. Desta forma, o ex-BBB teria reagido dirigindo-se a ela aos gritos, dizendo “para de ser fresca, no fundo você quer, não é hora de se fazer de difícil” e, diante das seguidas negativas de Themis, insistido: “quer sim”. Então, Felipe teria estuprado Themis.

De acordo com Themis, a violência de Felipe Prior durante o, suposto, estupro foi tamanha que causou um corte em seu lábio vaginal esquerdo, “um corte de cerca de três dedos de comprimento na região genital, profundo o suficiente para chegar até o músculo” [como consta no documento], o que fez com que rapidamente todo local estivesse coberto de sangue. O ex-BBB20 deixou a jovem em sua residência e ela dirigiu-se ao hospital com a mãe.

“Ele é um cara impulsivo, agressivo. O que mostrou no BBB20 não chega perto do que é na vida real. Tenho medo do que pode fazer”, lamenta Themis em entrevista à Marie Clare.

Segundo caso

Ainda de acordo com o documento, ao qual a Marie Claire teve acesso exclusivo, durante os jogos InterFAU de 2016, no município de Biritiba Mirim, Felipe Prior, teria, supostamente, praticado o crime de tentativa de estupro contra a estudante Freya [nome também fictício]. Segundo depoimento da jovem, hoje com 24 anos, ele se aproveitou de seu estado de embriaguez e a persuadiu a ingressar em sua barraca no alojamento dos jogos universitários após abordá-la em uma festa.

Na barraca, aconteceram as tentativas de estupro – ela relata que Felipe tentou penetrá-la no ânus, por duas vezes, e diante da negativa a conteve fisicamente usando de sua força. Freya afirma que o estupro somente não aconteceu pois ela o empurrou usando os braços e as pernas e conseguiu fugir. De acordo com a estudante, quando ela percebeu que não havia camisinha, se recusou a ter relação sexual e o ex-BBB insistiu usando força física.

“Quando começou o BBB, vi um tuíte de uma garota que dizia que o Felipe tinha fama de assediador no Mackenzie. Foi quando entendi que a violência que sofri não era única. Mandei uma mensagem para garota e disse a ela que se aparecessem mais vítimas, me manifestaria. Dessa forma encontrei Themis, que me contou que além do estupro, tinha um boletim médico comprovando a laceração em seu genital”, disse Freya, também em entrevista à Marie Claire.

Terceiro caso

Nos jogos InterFAU de 2018, realizados em Itapetininga, Felipe Prior teria cometido outro, suposto, estupro. Dessa vez contra Ísis [nome fictício], de novo aproveitando-se da embriaguez da jovem, hoje com 23 anos. O relato é semelhante aos anteriores, segundo Ísis, o ex-BBB20 a convidou para entrar em sua barraca, onde iniciou relações sexuais com ela de maneira consentida. No entanto, após ele passar a agir de maneira agressiva, Ísis verbalizou que queria parar, o que não surtiu efeito.

De acordo com o documento obtido com exclusividade pela Marie Claire, Felipe Prior desferiu tapas por todo rosto e corpo de Ísis, mesmo depois dela dizer que estava sentindo dor e pedido para parar a dinâmica. Naquele noite, na barraca ao lado, duas testemunhas escutaram Ísis chorar e pedir que o acusado parasse. “Uma voz feminina chorando”. A voz dizia “Para, tá me machucando” e continuava “chorando.” Essas testemunhas sustentam a versão de Isis no documento da acusação.

De acordo com a Marie Claire, a maneira reiterada e habitual com que Felipe incorria nesse tipo de conduta levou à deliberação, por parte da comissão organizadora da InterFAU, do impedimento de seu acesso ao ambiente dos jogos universitários. Procurada pela publicação, a InterFAU não se pronunciou até o fechamento da matéria.

Print do tuíte de @morestydia (Foto: Reprodução Twitter) felipe prior
Print do tuíte de @morestydia (Foto: Reprodução Twitter)

Pronunciamento Globo

A Comunicação da Rede Globo informou à reportagem de Marie Claire que no Brasil é publicada pelo mesmo grupo: “A Globo é veementemente contra qualquer tipo de violência, como se percebe diariamente em seus programas jornalísticos e mesmo nas obras do entretenimento, e entende que cabe às autoridades a apuração rigorosa de denúncias como estas“.

Pronunciamento InterFAU

Pronunciamento jurídico Felipe Prior

Felipe Prior, BBB
Felipe Prior, do BBB20, é acusado de estupro por três mulheres (Foto: Globo)

 

Atualização: Defesa de Felipe Prior está tomando as medidas necessárias e nega que os casos sejam verídicos.

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Thainá Rambaldo

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, trabalho na área há cinco anos e tenho experiência em TV, rádio, agência de publicidade, redação, atendimento, assessoria de imprensa, planejamento de mídias digitais, apresentação, edição de vídeo e imagem.

No TV Foco escrevo sobre TV e Famosos, faço críticas e o balanço do dia das audiências prévias da televisão.