Celebridades

Fernanda Montenegro, aos 89 anos, é brutalmente atacada por famoso diretor: “Asquerosa”

Fernanda Montenegro é um dos grandes nomes da Globo (Foto: Divulgação)
Fernanda Montenegro é um dos grandes nomes do teatro (Foto: Divulgação)

Fernanda Montenegro, uma das melhores atrizes do mundo, virou alvo de Roberto Alvim, diretor da Funarte, após aparecer em manifesto contra a censura.

Fernanda Montenegro virou alvo do diretor da Funarte, Roberto Alvim, após publicação onde a atriz aparece amarrada em uma fogueira de livros, pronta para ser queimada. A imagem, publicada pela revista Quatro Cinco Um, seria um protesto contra as censuras propostas pelo governo.

+ Antonia Fontenelle quebra o silêncio e faz revelação bombástica sobre seu envolvimento com Eduardo Costa: “Namorando”

+ Vinícius D’Black abre o jogo sobre sua aproximação com bailarina do Dancing Brasil e briga com Nadja Pessoa: “Clima esquentou”

+ Gugu Liberato bate o martelo e fala sobre seu possível retorno aos domingos após saída de Geraldo Luís: “Muito feliz”

Em seu perfil nas redes sociais, Roberto ataca Fernanda utilizando suas posições políticas e relembrando um de seus trabalhos. “A última peça que Fernanda Montenegro fez no teatro foi a biografia de Simone de Beauvoir. Beauvoir era uma esquerdista plena: distribuiu panfletos pelas ruas de Paris incensando o assassinato de Mao Tse Tung e sua ‘revolução cultural’; levava alunas virgens para seu amante Jean Paul Sartre deflorar, em relação a três nas quais usava de seu poder de professora para cooptar as jovens estudantes, as quais, depois de serem usadas como objetos sexuais, eram destruídas psicologicamente; defendeu a pedofilia em artigos; foi uma das grandes teóricas do feminismo; enfim: uma canalha completa e sem arrependimentos”.

Na postagem, Roberto continua insultando a atriz falando um de seus trabalhos. “Foi essa personagem que Fernanda Montenegro escolheu para se despedir dos palcos. Eu assisti a peça, infelizmente: uma nulidade estética completa, na qual Fernanda falava monocordicamente por mais de 1 hora acerca das sórdidas aventuras sexuais de Beauvoir, e heroizava sua mentalidade revolucionária”.

+ Fábio Assunção é detonado ao participar de manifestação contra morte da menina Ágatha: “Hipócrita”

“Nada se tirava, daquele monólogo, nada que preste. Tratava-se, simplesmente, do endeusamento de uma personagem progressista abjeta e hipócrita. Hoje, Fernanda saiu na capa de uma revista asquerosa de esquerda, amarrada como uma bruxa prestes a ser queimada em uma fogueira de livros. Nada pode ser mais infantil, mentiroso e canalha do que essa senhora diz na referida matéria. Fernanda Montenegro já assistiu várias peças minhas no passado, e já nutri alguma admiração por ela. Hoje, só o que sinto por essa mulher é o mais absoluto desprezo. Triste fim de carreira”, finaliza Roberto.

Fernanda Montenegro
Fernanda Montenegro para a revista Quatro Cinco Um – Reprodução

TV Foco no Youtube

Podcast TV Foco

ANÚNCIOS

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIOS

site statistics