Celebridades

Celebridades

Jacaré, ex É o Tchan, confessa choro em camarim ao ver apenas Carla Perez se destacando e fama de gay: “Triste”

Jacaré
Edson Cardoso, o Jacaré, vive atualmente no Canadá com a esposa e os dois filhos (Foto: Reprodução / Instagram)
Edson Cardoso, o Jacaré, vive atualmente no Canadá com a esposa e os dois filhos (Foto: Reprodução / Instagram)
Edson Cardoso, o Jacaré, vive atualmente no Canadá com a esposa e os dois filhos (Foto: Reprodução / Instagram)

Jacaré relatou tristeza ao ver destaque de Carla Perez no grupo É o Tchan

O ex-dançarino do grupo É o Tchan, Edson Cardoso, mais conhecido pelo apelido de Jacaré, concedeu uma entrevista para o portal Men Do Not Dance no Instagram, onde confessou ficar triste pelo destaque exclusivo que Carla Perez recebia da mídia.

+Luto! Morre aos 83 anos, Seu Francisco, pai de Zezé e Luciano Camargo, após cirurgia de emergência

+A Fazenda 12: Mateus passa dos limites, cospe no copo de Raissa e cria guerra com a peoa: “Absurdo”

+Carlinhos Maia choca Tatá Werneck ao dizer que ser gay é castigo de Deus: “Inferno”

Jacaré afirmou que em um grupo com quatro integrantes, sendo três deles negros, apenas Carla Perez recebia atenção dos programas de televisão. Edson relatou que só iam “pra cima”de Carla, e que não faziam questão de mostrar os outros membros. Entretanto o dançarino reconheceu que a culpa não era da colega de equipe e sim do sistema e da sociedade que quer sempre mostrar a mulher.

Veja também

O dançarino, que atualmente mora no Canadá, disse na live que chegava a chorar no camarim por conta da exclusão e relatou o preconceito: “Eram quatro negros, eu, Beto, Compadre Washington e Débora [Brasil]. Chamavam sempre a loura, não a Débora. E todo o grupo ficava muito triste, não só eu. A gente batalhava tanto, ensaiava, criava, e os caras fazem isso, jogavam só para uma pessoa. Teve programas que não queria fazer. Chegava no camarim e chorava muito”.

Ainda na conversa com o entrevistador e dançarino Yves Lorrhan, o ex-membro do É o Tchan contou que também ficava chateado quando o chamavam de gay por ser um homem que dança: “Quando fiquei famoso, teve muito o fato de acharem que era gay por estar rebolando. Fere pelo fato de as pessoas acharem que só o homem gay pode rebolar e remexer”.

VÍDEO YOUTUBE: Maiara e Fernando terminam DE NOVO e Léo Dias expõe o que aconteceu

TV Foco AO VIVO Acompanhe

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários