SBT

Marcão do Povo interrompe Patrícia Abravanel ao vivo e anuncia morte cruel: “Não consigo olhar”

Marcão do Povo
Marcão do Povo(Foto: Reprodução/SBT)

Apresentador causa revolta nesta sexta-feira, 9

Marcos Paulo Ribeiro de Morais, mais conhecido como Marcão do Povo, não conteve suas emoções ao demonstrar sua revolta ao vivo durante o programa “Primeiro Impacto”, do SBT. Nesta sexta-feira, 9, o apresentador exibiu algumas imagens sobre o caso polêmico do menino Henry, morto aos quatro anos, possivelmente pelos pais.

Na ocasião, o apresentador do “Primeiro Impacto” fez a ponte com o programa de Patrícia Abravanel e Gabriel Cartolano, o “Vem Pra Cá”, para exibir algumas imagens que causariam revolta nos telespectadores e nos colegas de trabalho. “Vocês devem estar revoltados com o caso do menino Henry, assim como eu”, começou o jornalista.

Patrícia Abravenel foi concordar com a fala do comandante do “Primeiro Impacto”, no entanto foi interrompida. “Tenho imagens que vão causar ainda mais revolta”, afirmou Marcão do Povo enquanto exibiu a imagem de Monique Medeiros, mãe de Henry, sentada na delegacia com as pernas para cima.

Os apresentadores comentaram que os pais de Henry não estavam ligando para o caso de investigação e detonaram: “Eu não consigo nem olhar. Toda essa história é revoltante, um absurdo”, afirmou Patrícia Abravanel, que esclareceu que continuaria a debater o assunto durante o “Vem Pra Cá”.

Marcão do Povo interrompe Patrícia Abravanel (Reprodução)
Marcão do Povo interrompe Patrícia Abravanel (Reprodução)

MORTE

Para quem não sabe, Henry, de quatro anos, foi encontrado morto no quarto da casa de sua mãe, Monique Medeiros, e do padrasto, o vereador Jairinho, na Barra da Tijuca, na madrugada de 8 de março. No relato, o casal alegou que o menino sofreu um acidente em casa e foi encontrado com os olhos revirados e sem respirar.

No entanto, os laudos da necropsia do menino e da reconstituição no apartamento afastam a hipótese defendida pelos dois. A polícia acredita que o vereador teria praticado tortura com o menino, semanas antes de sua morte, e que sua mulher sabia.

PRESOS

Vale ressaltar que Monique e Jairinho foram presos temporariamente nesta quinta-feira,8,  suspeitos de tentar atrapalhar as investigações. Marcão do Povo confirmou que os pais de Henry serão isolados para cumprir a quarentena e depois irão para a prisão.

Marcão do Povo
Vereador Dr. Jairinho é preso pela morte do menino Henry Borel, no Rio (Foto: Reprodução)

Participe agora do grupo do TV FOCO no Telegram e receba tudo sobre BBB - Clique aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Giovana Mori