Celebridades

Gaby Spanic quebra silêncio e dá opinião sincera sobre a nova versão de A Usurpadora

Sandra Echeverría vai estrelar a nova versão de A Usurpadora, que já foi protagonizada por Gaby Spanic. (Foto: Montagem/Reprodução)
Sandra Echeverría vai estrelar a nova versão de A Usurpadora, que já foi protagonizada por Gaby Spanic. (Foto: Montagem/Reprodução)

A Televisa vai reviver algumas das suas novelas de maior sucesso no México, entre elas A Usurpadora, clássico estrelado por Gaby Spanic, e que também caiu no gosto do público brasileiro. A ideia da rede mexicana é produzir uma nova versão dos folhetins em formato de série de até 25 episódios.

E no último dia 25, a Televisa finalmente pôs fim ao mistério e anunciou o elenco da nova versão da trama. A escolhida para interpretar as gêmeas Paola e Paulina Bracho, que agora ganharão os sobrenomes de Miranda e Doria, foi Sandra Echeverría. A atriz mexicana de 34 anos fará apenas o seu segundo trabalho na Televisa. Em 2010, ela foi protagonista da versão colombina de O Clone (2001), novela produzida originalmente pela Globo.

Segundo informações da revista People en Español, na última semana, em um encontro com a imprensa mexicana, Spanic quebrou o silêncio e finalmente deu sua opinião sobre a nova versão de A Usurpadora e a escolha de Echeverría para interpretar as personagens que ficaram marcadas na história da teledramaturgia latina.

+Em Portugal, Luana Piovani curte domingo de sol ao lado da família

+Após sofrer assédio, Mônica Iozzi não se controla, expõe situação e deixa público espantado

+Famosa atriz fala sobre a morte de sua filha recém nascida: “Os últimos três dias foram os piores da minha vida”

“Eles já tentaram fazer [uma versão de A Usurpadora] na Colômbia e acho que não deu certo. Então essa seria a segunda ou terceira versão, se não me engano. Eu gosto muito da Sandra, acho ela uma grande mulher, além de uma excelente atriz. Eu realmente a desejo muito sucesso, e que Deus possa abençoá-la nesse projeto. Mas é importante lembrar que para isso ocorrer não depende apenas do nosso trabalho como atriz. Também há diretores, produtores, um conjunto de coisas”, disse.

Sincera, Spanic também confessou que não acredita que a nova Usurpadora repita o sucesso da versão original. “Eu creio que muita coisa mudou [no mundo], e agora há muito mais opções para ver em outros canais. Está mais difícil competir e repetir a audiência de antes. A Usurpadora chegou ao fim com 50 pontos. Existe ‘um antes’ e ‘um depois’. Duvido muito que irão ter o mesmo sucesso da versão original, mas não por falta de carisma ou profissionalismo, apenas porque as coisas mudaram”, disparou.

A Televisa já deu início as gravações da nova versão de A Usurpadora, que deve ir ao ar no México ainda no segundo semestre deste ano. Germán Bracco (que interpretará Carlinhos), Macarena Oz (que viverá Lizete), Andrés Palacios, Arap Bethke, Queta Lavat, Ana Bertha Espín, Juan Carlos Barreto, Daniela Schmidt e Montserrat Marañón completam o elenco principal da série. Spanic também deve gravar uma participação especial na trama, mas evidentemente com outro papel.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Life on set!! 📽✨ Grabando #LaUsurpadora, una probadita de lo que podrán ver por @canalestrellas #selfie

Uma publicação compartilhada por Sandra Echeverria (@sandraecheverriaoficial) em

TV Foco no Youtube

Sobre o autor

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.