Anitta Celebridades Ludmilla

Ludmilla desabafa após clipe com sósia de Anitta e nega promover rivalidade feminina: “União”

Ludmilla manda indireta em música para Anitta (Foto: Reprodução)
Ludmilla manda indireta em música para Anitta (Foto: Reprodução)

Ludmilla expõe que sua canção não se trata sobre rivalidade feminina após suposta indireta para Anitta

Ludmilla explicou que sua canção não tem como objetivo promover rivalidade feminina. Ela desabafou após parte do público ver a música Cobra Venenosa como uma indireta para Anitta, além ter uma sósia da funkeira apontada nas cenas.

+Leonardo abre o jogo sobre rompimento com Eduardo Costa e coloca ponto final em rumor: “Nunca”

Em seu perfil no Instagram, ela fez uma publicação nesta sexta-feira (3). “Eu acho que a gente tem que repensar o conceito de rivalidade feminina. A letra da música, na verdade, fala muito mais da união das mulheres. Tanto que até a personagem que seria a ‘cobra venenosa’ é chamada para se juntar ao bonde”, disparou.

Ela contou que a música foi escrita há três anos e não teria relação com o desentendimento com a Anitta. Apesar disso, parte do público apontou que uma sósia da funkeira participou do clipe por conta das semelhanças físicas.

+Eliana é acusada de fazer Festa Junina nos estúdios do SBT durante pandemia e emissora se manifesta

CANTORA FALA SOBRE DESENTENDIMENTOS ENTRE MULHERES

Ludmilla soltou os cachorros para cima de Anitta (Reprodução)
Ludmilla é acusada de promover rivalidade feminina após briga com Anitta (Reprodução)

Além disso, falou sobre os desentendimentos entre mulheres. “Não é porque é outra mulher que não podemos apontar para as contradições e erros. Isso não contribui para a gente melhorar, evoluir. Quando um homem chama a atenção de outro homem, por exemplo, não questionamos se isso é rivalidade masculina”, opinou.

+Ex-BBB Hana Khalil surge aos prantos e se justifica após pedir auxílio emergencial: “Não estou bem”

E não parou por aí. “Mas como somos ensinadas que mulheres só podem ser rivais, ficamos apenas nesse lugar. Romper com essa ideia de que crítica entre mulheres é sempre fruto de rivalidade feminina também é importante para uma relação mais verdadeira e saudável entre nós”, pediu.

Veja abaixo a publicação de Ludmilla:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Eu acho que a gente tem que repensar o conceito de rivalidade feminina. A letra da música, na verdade, fala muito mais da união das mulheres. Tanto que até a personagem que seria a “cobra venenosa” é chamada para se juntar ao bonde. Quando uma outra mulher faz algo que te machuca, te diminui ou faz algo que você acha errado tem que ser possível a gente falar sobre isso, pontuar e chamar para refletir. Não é porque é outra mulher que não podemos apontar para as contradições e erros. Isso não contribui para a gente melhorar, evoluir. Quando um homem chama a atenção de outro homem, por exemplo, não questionamos se isso é rivalidade masculina. Mas como somos ensinadas que mulheres só podem ser rivais, ficamos apenas nesse lugar. Romper com essa ideia de que crítica entre mulheres é sempre fruto de rivalidade feminina também é importante para uma relação mais verdadeira e saudável entre nós. Uma amiga me mandou um texto da atriz Jameela Jamil sobre isso e concordo com ela. Estou querendo muito aprender e, além das coisas que estou lendo e pesquisando, ainda conto com mulheres fodas, como Tia Má, que estão comigo, me ajudando e me dando a mão. #cobravenenosa

Uma publicação compartilhada por Ludmilla (@ludmilla) em

Barracos, traição e muita fofoca ao vivo no canal do TV FOCO no YOUTUBE. INSCREVA-SE

Sobre o autor

Hudson William

Por dentro dos assuntos sobre televisão desde 2008. A partir de 2012, passou a colaborar para o TV Foco com responsabilidade e credibilidade aos leitores.