Celebridades

Luto na música: Cantor morre aos 73 anos, no Rio de Janeiro, vítima do coronavírus

Aldir Blanc morreu aos 73 anos de idade (Foto: Reprodução)
Aldir Blanc morreu aos 73 anos de idade (Foto: Reprodução)

Cantor morreu devido a complicações causadas pelo coronavírus

Aldir Blanc, cantor e compositor famoso na música popular brasileira, morreu na madrugada desta segunda (04), no Hospital Pedro Ernesto, localizado em Vila Isabel, no Rio de Janeiro, onde ele estava internado com o covid-19, doença causada pelo coronavírus.

Quem deu as informações foi a Rádio Tupi. Devido a infecção generalizada em decorrência da doença, Aldir Blanc estava internado no CTI do Hospital Universitário Pedro Ernesto, desde o dia 15 de abril.

+Morre famosa DJ, conhecida na cena eletrônica, aos 34 anos: “Uma mulher guerreira”

Aldir Blanc, vale dizer, é autor de músicas como “O Bêbado e o Equilibrista”, a mesma é considerada hino da anistia, e foi imortalizada na voz da falecida cantora, Elis Regina, no final da década de 70. O famoso foi diagnosticado com a covid-19 no dia 23 de abril.

Isabel, filha de Aldir Blanc dava notícias quase que diárias sobre o estado de saúde do seu pai. Nos últimos dias, ela vinha se mostrando preocupada com o agravamento no quadro clínico do pai, que havia piorado na resposta ao tratamento.

+Luto: Ator, com câncer em estado terminal, acaba morrendo em Salvador com suspeita de covid-19

O cantor e compositor surgiu para o público junto com o seu eterno parceiro João Bosco, em 1972, através de um projeto do jornal carioca, O Pasquim, chamado “Disco de Bolso”. Na época o jornal semanário lançava um compacto simples, em um pequeno disco de vinil com duas canções.

De um lado estava um consagrado artista, Tom Jobim, com Água de Março, e do outro, a dupla João Bosco e Aldir Blanc, com a canção Agnus Sei. A dupla ainda cantou músicas inesquecíveis como “Mestre Sala dos Mares”, “Kid Cavaquinho”, “Nação”, “Tiro de Misericórdia” entre outras.

COMPOSIÇÕES

+Morre famoso músico brasileiro com suspeita de coronavírus: “Ele estava com falta de ar”

O cantor ainda compôs junto com outros autores como César Costa Filho, Cristovão Bastos, Moacyr Luz, Guinga entre outros. Ele ainda publicou livros como cronista, entre eles: “Rua dos Artistas e Arredores”, “Direto do Balcão”, “Porta de Tinturaria”, “O Gabinete do Doutor Blanc” entre outros.

Famoso era considerado um dos maiores compositores do Brasil (Foto: Reprodução)
Aldir Blanc era considerado um dos maiores compositores do Brasil (Foto: Reprodução)

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Bruno Silva

Bruno Silva é paraibano e atua na área como redator desde 2013, sempre trazendo notícias aos leitores com muita responsabilidade.