RedeTV!

RedeTV!

Em “A Tarde é Sua”, promotora de Justiça diz que Dayane Mello foi alvo de estupro coletivo

Em "A Tarde é Sua", promotora de Justiça fala sobre o caso de Dayane Mello (Foto: Divulgação)
Em “A Tarde é Sua”, promotora de Justiça fala sobre o caso de Dayane Mello (Foto: Divulgação)

Promotora Eliana Passarelli comenta sobre o caso de estupro de Dayane Mello

Nesta segunda-feira (17), o programa “A Tarde é Sua”, da Redetv! pautou sobre a expulsão de Nego do Borel do reality “A Fazenda 13”, que aconteceu no sábado (25).

Para conversar e debater sobre o assunto, o programa convidou a promotora de Justiça Eliana Passarelli, que deu sua opinião sobre o funkeiro, que atualmente está sendo acusado de abusar sexualmente da participante Dayane Mello.

No programa “A Tarde é Sua”, eles mostraram o vídeo que foi exibido na noite de sábado pela emissora Record e a promotora comentou: “Eu não me posiciono, sinceramente, como promotora de Justiça, nem de um lado e nem do outro. Por exemplo, o não dela, não é um ‘não’ gritado, a vítima não precisa gritar, mas ao mesmo tempo ela explica porque ela não pode, e é por causa da filha”, começou ela.

“Aqui surge uma outra situação, que é o número de pessoas ali assistindo, literalmente assistindo. É um estupro coletivo”, afirmou a promotora Eliana.

A apresentadora chegou até a perguntar para a promotora se ela estava falando de todos os participantes que estavam presentes no quarto.

Veja também

“Deram um toque ‘não fica aí que vai dar encrenca’. Todo mundo deu um toque e não fez nada”, comentou a Sonia Abrão.

Eliana concordou com a apresentadora e continuou: “A partir do momento que eu sugiro’ ah não, não faz isso’ e continuou quieto na mesma posição, não tomo como uma ação, mas tomo como omissão. Desculpa gente, é o todo mundo co-autor”, afirmou ela.

MAIS SOBRE A OPINIÃO DA PROMOTORA

A promotora Eliana ainda afirmou que a participante Dayane não estava vulnerável, e continuou: “Já é uma negativa ‘não posso’ significa não quero. Quem está bêbado nessa situação é ela. Mas tem uma coisa, pelo que entendi não é vulnerabilidade que a gente enquadra em direito penal. O estupro de vulnerável presume que ela estivesse absolutamente alcoolizada ao ponto de não falar, no que a gente chama de ‘fase do porco’, onde só se vomita ou entra em estado de coma”, continuou ela.

Ou seja, para a promotora, a produção do reality e os peões, tiveram culpa pelo que aconteceu com Dayane e finalizou: “As pessoas que ali ficaram paradas e não tiveram ação de tirar ela da situação, apagam as luzes e a própria produção da ação para que o ato continue, desculpe”, finalizou ela.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários