Celebridades

Regina Duarte vira alvo da Justiça após fazer apologia à tortura ao vivo e gerar revolta no público: “Vai pagar”

Regina Duarte durante entrevista para a CNN Brasil - Foto: Reprodução
Regina Duarte durante entrevista para a CNN Brasil – Foto: Reprodução

Regina Duarte se tornou alvo da Justiça após fazer apologia à tortura no período da Ditadura Militar

A atriz Regina Duarte agora é alvo da Justiça. Tudo isso após fazer uma suposta apologia à tortura no período da Ditadura Militar no Brasil.

O episódio aconteceu quando Regina Duarte ainda era Secretária Especial da Cultura do governo de Jair Bolsonaro (Sem Partido).

Ao vivo durante entrevista na CNN Brasil, a veterana gerou revolta e indignação ao minimizar as mortes que aconteceram durante a Ditadura Militar (1964 – 1985).

+Ator de Amor de Mãe luta contra grave câncer e pede ajuda financeira para fazer tratamento: “Pra sobreviver”

“Na humanidade, não para de morrer [gente]. Por que as pessoas ainda ficam ó [chocadas]? Não quero arrastar um cemitério de mortos nas costas”, disparou ela, ao vivo.

No meio da entrevista, Regina Duarte cantou a música Pra Frente Brasil que virou símbolo da época em que os militares governavam o país. “Não era gostoso cantar isso?”, questionou a atriz.

Na época, o jornalista Daniel Adjuto ficou visivelmente constrangido com o posicionamento e alertou a ex secretária especial de Jair Bolsonaro que, durante o período da Ditadura no Brasil, várias pessoas foram censuradas, torturadas e até perderam a vida.

+Zezé, após terrível briga, faz anúncio estarrecedor sobre carreira solo e abandona de vez Luciano: “É mesmo o fim”

Atriz causou indignação

Regina Duarte não mais secretária especial da Cultura do Brasil (Foto: Divulgação)
Regina Duarte não mais secretária especial da Cultura do Brasil (Foto: Divulgação)

Sem papas na língua, Regina Duarte minimizou as mortes da época e deixou os telespectadores chocados com seu posicionamento. “Se você falar vida, do lado tem morte. Sempre houve tortura, censura. Sou leve, estou viva. Estamos vivo, vamos ficar vivos? Não vive quem fica arrastando cordéis de caixões”, disse ela.

Após o episódio, a ex atriz  da Rede Globo foi processada por Lygia Jobim, filha do ex-diplomata José Jobim, que foi sequestrado e morto durante a Ditadura Militar.

+Exclusivo! Mariana Godoy assina contrato oficialmente, mas é barrada de assumir Aqui na Band ao lado de Lacombe

Processada, a veterana deverá responder na Justiça por apologia de crimes de tortura, segundo informações do colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo.

Na internet, diversos internautas vibraram com o processo movido contra a atriz. ‘Bem feito’, disse um. “Agora ela vai pagar”, disse outro. “Mais que merecido”, afirmou um terceiro.

Barracos, traição e muita fofoca ao vivo no canal do TV FOCO no YOUTUBE. INSCREVA-SE

Sobre o autor

Aloizio Júnior

Aloizio Júnior ingressou na faculdade de Direito, mas é encantado por Medicina e hoje em dia é um vestibulando. Falar sobre TV sempre foi um hobby e faz isso desde 2008. Atento sobre todas as novidades no mundo da TV, entrou para a equipe do TV Foco em agosto de 2012.