Celebridades Renato Aragão

Renato Aragão se rebela e ameaça abandonar Globo para fazer novo Trapalhões: “Está me incomodando”

Renato Aragão ameaçou deixar a Globo em 1997. (Foto: Divulgação)
Renato Aragão ameaçou deixar a Globo em 1997. (Foto: Divulgação)

Na geladeira da Globo em 1996, Renato Aragão quase deixou a emissora para fazer nova versão de Os trapalhões com a participação de Quico

Ontem (04), Renato Aragão agitou as redes sociais, quando a Globo decidiu exibir na Sessão da Tarde o último filme estrelado pelo humorista, Os Saltimbancos Trapalhões. Saudosista, o público relembrou alguns outros longas estrelados pelo humorista que já foram exibidos na sessão de filmes em outras épocas, e fez um apelo para que a emissora voltasse a exibir obras do eterno Didi com mais frequência.

Apesar de ser considerado um dos maiores nomes da história do humor no Brasil, Renato Aragão vem perdendo espaço e acabou sendo colocado na geladeira da Globo, com seu último trabalho fixo tendo sido Aventuras do Didi, que chegou ao fim em 2013. Mas se engana quem pensa que essa é a primeira vez que o veterano perde prestígio e acaba sendo jogado para escanteio no canal.

+ Sabrina Sato fala de relação íntima com Duda Nagle e deixa escapar segredo sexual

+ Neymar leva esporro do filho após xingar e fica chocado após ser repreendido: “Meu pai só fala merd*”

+ Renato Aragão, após esquecimento na Globo, tem retorno triunfal e público faz apelo: “Saudade”

Após a morte de Mauro Faccio Gonçalves e de Antônio Carlos Bernardes Gomes, intérpretes do Zacarias e de Mussum, respectivamente, Os Trapalhões perdeu força na Globo e chegou ao fim em 1995. Assim, Renato Aragão ficou sem novos projetos em vista e foi colocado na geladeira da emissora por cerca de um ano.

E se hoje o humorista prefere não reclamar, ao menos publicamente, do fato de não ter novos trabalhos fixos na Globo, em 1996 ele não escondia sua insatisfação e ameaçava deixar o canal após 20 anos.

“De repente, a gente vira móveis e utensílios, e isso está me incomodando”, disparou o famoso na época. “Vou para onde tenha melhores condições de trabalho e possa experimentar alguma novidade”, completou.

Carlos Villagrán foi convidado para fazer nova versão de Os Trapalhões em 1997. (Foto: Divulgação)
Carlos Villagrán foi convidado para fazer nova versão de Os Trapalhões em 1997. (Foto: Divulgação)

NOVO TRAPALHÕES COM QUICO

Com auxílio de Dedé Santana e Beto Carrero (1937-2008), Renato Aragão vinha planejando um novo projeto humorístico, de forma independente, e que teria os mesmos moldes de Os Trapalhões.

A grande novidade desse projeto seria a participação do mexicano Carlos Villagrán, intérprete do Quico no seriado Chaves, que em 1997, havia arrastado multidões em sua primeira vinda ao Brasil. Hugo Cortéz, empresário de Villagrán na época, confirmou que seu cliente realmente havia recebido um convite para o projeto.

Renato Aragão virou alvo de duas emissoras, uma delas, o SBT. Porém, diferentemente dos tempos atuais, naquela época, a Globo tinha uma política mais rígida e fazia de tudo para não liberar suas principais estrelas para a concorrência, mesmo que elas estivessem com pouco espaço naquele momento. Assim, a emissora ouviu as reclamações do humorista e decidiu dar novas oportunidades para ele.

No final de 1997, a Globo lançou o programa Renato Aragão Especial, que ficou no ar até 1999, e no ano seguinte, deu outro humorístico para o veterano: A Turma do Didi, exibido até 2010. Esses dois projetos convenceram Aragão a permanecer na emissora até os dias atuais, mesmo que ele voltasse a perder espaço nos últimos anos.

Confira a audiência detalhada de todas as novelas da Globo semana a semana aqui

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Sobre o autor

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.