SBT

SBT

SBT insiste em “overdose de reprises” de novelas infantis e público perde a paciência: “Fora”

Chiquititas será exibida pela terceira vez no SBT. (Foto: Divulgação)
Chiquititas está sendo exibida pela terceira vez no SBT. (Foto: Divulgação)
Chiquititas será exibida pela terceira vez no SBT. (Foto: Divulgação)
Chiquititas será exibida pela terceira vez no SBT. (Foto: Divulgação)

Com volta de Chiquititas, SBT insiste em reprises de novelas infantis no horário nobre e já causa revolta no público

Desde o sucesso de Carrossel, em 2012, que marcou o início de uma nova era de produções infantis no SBT, a emissora de Silvio Santos adotou uma estratégia controversa: reprisar essas novelas pouco tempo após o fim da sua exibição original.

Sem verba suficiente para lançar produções inéditas ou uma segunda faixa de novelas, algo que chegou a ser especulado há alguns anos, o canal insiste na ideia do “bom e barato”.

Em 2013, quando essa estratégia teve início, Silvio Santos, empolgado com o sucesso de Carrossel, ordenou que a trama fosse reprisada — acredite ou não — apenas dez dias após o seu desfecho. O fracasso foi imediato, e fez a emissora passar vexame, tendo de cortar a novela no 12º capítulo e veicular um comunicado sobre o seu cancelamento.

+ Ex-participante de A Fazenda revela situação difícil com desemprego e recebe auxílio emergencial

+ Aos 13 anos, Melody tem fotos com pouca roupa divulgada ao lado do namoro e se envolve em polêmica: “Crime”

Veja também

+ Plantão da Globo: William Bonner interrompe programação, solta comunicado urgente e quebra pau ao vivo: “Vingança”

Porém, se engana quem pensa que esse fracasso fez com que o SBT desistisse da ideia de promover reprises em suas faixas noturnas. Com o sucesso das novelas inéditas que vieram na sequência (Chiquititas, Cúmplices de um Resgate e Carinha de Anjo), a emissora voltou a investir em reprises dessas mesmas tramas, e com o próprio Carrossel, que foi reexibida mais duas vezes nesse período.

O detalhe é que, justamente por falta de verba para estar lançando novas produções, e com uma audiência regular, o SBT deixa a qualidade de lado e estica ao máximo os seus folhetins. Chiquititas, por exemplo, teve mais de 540 capítulos, com muitos deles sendo preenchidos por clipes musicais reprisados a exaustão. E dessa forma, as reprises também contam com um número extenso de capítulos.

Carrossel já foi reprisada três vezes pelo SBT. (Foto: Divulgação)
Carrossel já foi reprisada três vezes pelo SBT. (Foto: Divulgação)

SUCESSO E PERDA DE PACIÊNCIA

Boa parte dessa insistência do SBT em reprisar suas últimas novelas infantis se deve a uma simples questão: audiência. Com algumas exceções, curiosamente, as reprises mantém bons índices, praticamente os mesmos obtidos com a exibição original dessas obras, o que vinha mantendo a emissora de Silvio Santos em sua “zona de conforto”.

Recentemente, no entanto, essa proposta passou a apresentar algum desgaste, com o público perdendo a paciência com a “overdose de reprises” dos folhetins infantis, somado a algumas ordens extravagantes de Silvio Santos, que vem chamando atenção nos últimos anos por seus “mandos e desmandos” constantes em relação à programação da emissora.

E em meio à pandemia de coronavírus, que dificulta ainda mais os trabalhos na teledramaturgia da emissora, que está paralisada atualmente, o SBT anunciou mais uma reprise para o seu horário nobre: Chiquititas, que será reexibida pela segunda vez.

Irritado, o público foi às redes sociais para iniciar um protesto para que a emissora suspenda a reprise da novela, agendada para o final deste mês. Ontem (05), a hastag “#ForaChiquititas” chegou a ficar entre os assuntos mais comentados do Twitter, com muitos internautas defendendo a exibição de novelas adultas e mexicanas, que fujam dessa “overdose” de produções infantis recentes.

Siga o TV FOCO no Google Notícias e receba as informações bombásticas da TV e dos famosos em primeira mão - Clique Aqui!

Quem escreve

Renan Santos

Atuando também como roteirista de TV e cinema, Renan é redator e colunista do TV FOCO desde 2014, noticiando e criticando o mirabolante e imprevisível universo televisivo e dos famosos.

Comentários

Nossa política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Ler comentários