Celebridades

Marcão do Povo pode ser preso a qualquer momento e SBT toma atitude sobre jornalista

Marcão do Povo teve sentença de seu futuro televisivo assinada pelo SBT (Foto: Reprodução)
Marcão do Povo teve sentença de seu futuro televisivo assinada pelo SBT (Foto: Reprodução)

Marcão do Povo foi denunciado por declarações racistas contra a cantora Ludmilla e o SBT já definiu qual será o seu futuro na TV.

O apresentador Marcão do Povo, do SBT, está sofrendo agora as complicações judiciais da fala mais polêmica de sua carreira, de quando ainda trabalhava na Record. Na época, ele chamou a cantora Ludmilla de “pobre macaca” durante participação no quadro Hora da Venenosa, no Balanço Geral, o que alcançou repercussão nacional.

Repercutiu mais ainda a decisão do SBT, na época, de contratá-lo após ele ser dispensado da Record por causa das ofensas. Mesmo que o caso tenha acontecido há bastante tempo, em 2017, ele estava todo esse tempo sendo analisado e só agora o Ministério Público aceitou a denúncia e a encaminhou para uma autoridade judicial.

+A Dona do Pedaço: Após boleiro, Lyris trai Agno com matador sanguinário

+A Dona do Pedaço: Josiane é envolvida em uso de drogas e Maria da Paz confronta a filha

+Silvio Santos, aos 88 anos, sofre grave atropelamento e detalhes do acidente são escancarados

De acordo com informações publicadas pela jornalista Patricia Kogut, do jornal O Globo, o SBT mantém seu posicionamento a respeito de Marcão. Ela informa que a emissora não decidiu tomar nenhuma medida contra o jornalista enquanto a denúncia estiver sendo analisada, de modo que ele permanecerá à frente do Primeiro Impacto, programa que apresenta nas manhãs do canal de Silvio Santos.

Em sua defesa, a emissora alega não ter responsabilidade por falas anteriores de seu atual contratado, que continua vez ou outra polemizando com algumas declarações no próprio SBT. “O SBT não comenta atitudes de seus colaboradores enquanto estiveram em outro canal”, informou a emissora.

Marcão do Povo no Primeiro Impacto (Foto: Reprodução/SBT)
Marcão do Povo no Primeiro Impacto
(Foto: Reprodução/SBT)

Se condenado pelo crime de injúria racial, como quer o MP, Marcão do Povo pode chegar a ficar recluso de um a três anos e ainda pagar uma multa. O crime de injúria racial, para quem não sabe, é diferente do crime de racismo. O de injúria tem uma pena mais leve e acaba ficando de fora das leis anti-racismo.

Em sua defesa, Marcão do Povo alega que não foi racista. “Naquele episódio da Ludmilla, sem saber a verdade, sem fazer uma pesquisa no Google, entender os ditados regionais, ela compartilhou o que não sabia. Foi um papagaio, que falou as coisas sem saber”, declarou o apresentador que divide as atenções com Dudu Camargo na emissora de Silvio Santos.

+ Antonia Fontenelle expõe mentira das filhas de Marcos Paulo e diz quanto ganhou da herança: “Só resta aceitar”

“Ela entrou com processo e divulgou nas redes sociais sem me procurar, sem entender o que foi dito”, continuou Marcão do Povo durante participação recente no Fofocalizando.

TV Foco no Youtube

Podcast TV Foco

ANÚNCIOS

Conheça nosso Podcast

ANÚNCIOS

site statistics